This Page

has been moved to new address

Dicionário de jargões jurídicos

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: Dicionário de jargões jurídicos

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Dicionário de jargões jurídicos

Em minhas viagens pela internet me deparei com este maravilhoso dicionário de jargões jurídicos no Desblog do Vicente e resolvi compartilhar.

Com o curso rápido abaixo, você vai entender o que é o Direito:

1- Princípio da iniciativa das partes - “faz a sua que eu faço a minha”.
2 - Princípio da fungibilidade - “só tem tu, vai tu mesmo” (parte da doutrina e da jurisprudência entende como sendo “quem não tem cão caça com gato”).
3 - Sucumbência - “a casa caiu !!!”
4 - Legítima defesa - “tomou, levou”.
5 - Legítima defesa de terceiro - “deu no mano, leva na oreia”.
6 - Legítima defesa putativa - “foi mal”.
7 - Oposição - “sai batido que o barato é meu”.
8 - Nomeação à autoria - “vou cagoetar todo mundo”.
9 - Chamamento ao processo - “o maluco ali também deve”
10 - Assistência - “então brother, é nóis.”
11 - Direito de apelar em liberdade - “fui!” (parte da doutrina entende como “só se for agora”).
12 - Princípio do contraditório - “agora é eu”.
13 - Revelia, preclusão, perempção, prescrição e decadência - “camarão que dorme a onda leva” (SENSACIONAL!!!!!).
14 - Honorários advocatícios - “cada um com os seus problemas”.
15 - Co-autoria, e litisconsórcio passivo - “passarinho que acompanha morcego dá de cara com muro”, ou “passarinho que acompanha morcego, dorme de cabeça pra baixo”.
16 - Reconvenção - “tá louco, mermão. A culpa é sua”.
17 - Comoriência - “um pipoco pra dois” ou “dois coelhos com uma paulada só”.
18 - Preparo - “então…, deixa uma merrequinha aí.”
19 - Deserção - “deixa quieto”.
20 - Recurso adesivo - “vou no vácuo”.
21 - Sigilo profissional - “na miúda, só entre a gente”.
22 - Estelionato - “malandro é malandro, e mané é mané”.
23 - Falso testemunho - “fala sério…”.
24 - Reincidência - “porra mermão, de novo?”.
25 - Investigação de paternidade - “toma que o filho é teu”.
26 - Execução de alimentos - “quem não chora não mama”.
27 - Res nullius - “achado não é roubado”.
28 - De cujus - “presunto”.
29 - Despejo coercitivo - “sai batido”.
30 - Usucapião - “tá dominado, tá tudo dominado”.

Marcadores:

6 Comentários:

Às 10 de outubro de 2008 21:29 , Blogger Kazuya-kun disse...

Huahaha Muito bom! Legítima defesa putativa: Palavra estranha hein?

 
Às 11 de outubro de 2008 23:27 , Blogger Vicente Sloboda disse...

Olá

Gostei do seu blog. Tá bem bacana.

Este post você deve ter achado no des.blogdovicente.com.

Gostaria muito que você colocasse o link http://des.blogdovicente.com/2008/10/09/curso-rapido-de-jargao-juridico/

Isso ajuda no pagerank e no posicionamento nos sites de indexação de blog.

Desde já agradeço, abraços.

 
Às 12 de outubro de 2008 02:43 , OpenID gibanet disse...

Olá Vicente,
No início do post eu explico de encontrei o material no desblog do Vicente, e está com o devido crédito e o devido link, é só você passar o mouse em cima e confirmar.
Um grande abraço

 
Às 15 de outubro de 2008 07:43 , Blogger Vicente Sloboda disse...

Agora eu vi.

Abraços e obrigado pelo link!

 
Às 26 de novembro de 2008 17:47 , Blogger Nandaschme disse...

É cada termo estranho!!!
Dependendo do lugar onde disser alguns, pode até arrumar brigas!!!

 
Às 5 de dezembro de 2008 02:46 , Anonymous isabel disse...

Da hora adorei...rsss..

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial