This Page

has been moved to new address

Embarcando na "Utopia"

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: Embarcando na "Utopia"

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Embarcando na "Utopia"

 (*) Por Atena

Blogueiros do Brasil, Ajudem!

Será que estou sendo utópica ao escrever o que se segue? Talvez, mas creio firmemente que a união faz a força, portanto vamos lá ...
Outro dia assisti a um programa de TV onde se discutia o baixo nível do gosto brasileiro por informação e o vergonhoso rank em que se encontra a educação no nosso país.
Eu sempre fui uma apaixonada pelo tema educação visto que:
- grande parte da violência que existe aqui é gerada pela ignorância daqueles chamados - marginais;
- só podemos expandir a consciência se tivermos bom nível de informação (escolar e geral);
- um país só prospera realmente se o seu povo tiver um bom nível educacional (veja-se os tigres asiáticos);
- um país de povo educado é mais limpo, conseqüentemente as ruas sofrem menos alagamentos;
- educação de qualidade gera mais respeito ao outro e aos bens do outro;
- educação, informação produz eleitores melhores com futuros eleitos mais dignos, conscientes, honestos, etc.
Dito isto para dizer o mínimo.
Recentemente ouvi no “Happy Hour” (canal GNT) um participante contar que quando estava em Cuba (não disse a data) havia na época um programa televisivo voltado ao ensinamento de pais, dar conselhos úteis e responder dúvidas, com 16 minutos de duração que literalmente parava a ilha. Todo mundo assistia com atenção. A apresentadora Astrid ficou encantada e até comentou que seria uma ótima idéia para a nossa televisão fazer algo similar.
Essa foi a chave para desencadear em mim uma torrente de pensamentos acerca da nossa realidade televisiva brasileira. É UM HORROR!!! Desde 1998, quando assinei TV a cabo nunca mais olhei os canais abertos. Quando, algumas vezes, de controle remoto na mão, dou uma zapeada entro em estado de choque com o que vejo.
Mulheres bundudas, rebolando vulgarmente, bigbrotherianos se esfregando ou batendo boca, pegadinhas que só fazem é humilhar os pobres incautos, pastores raivosos condenando todo mundo ao inferno e tudo isso aos gritos e descaradamente usando PNL, programas humorísticos sem a menor graça e por aí afora. Aff!
Eu adoro o povo brasileiro, jamais pensei em viver em outro país, mas que é um povo ignorante, lá isso é! Só que no meu ponto de vista a responsabilidade por isso é 1) dos governos e 2) da mídia.
Dos governos: na época da ditadura, como não interessava aos governantes que o povo pensasse, por motivos óbvios, tirou-se a Filosofia do currículo escolar e outras matérias, como história, por exemplo, foram cruelmente espoliadas.
Da mídia: oferece ao povo o que dá ibope e nós sabemos o que atinge esse propósito. Na época dos romanos era pão e circo, agora é sangue e sexo. Sangue porque a mídia conhece a psicologia das massas: se eu vejo o outro ou outros serem assassinados eu suspiro de alívio porque não foi comigo ou minha família. Sexo: não preciso explicar. Sei que no período diurno existem alguns programas educativos, mas precisamos deles no horário de maior audiência - o chamado horário nobre.
Tenho perfeita consciência que o trabalhador/a quando chega à noite em casa, cansado e estressado pelos sapos que engoliu quer se divertir, mas isto também é possível com programas de TV mais evoluídos e dignificantes, inclusive humorísticos.
Então, a idéia que tive foi nós, cabeças pensantes, fazermos uma campanha nacional pedindo às emissoras de TV que troquem os programas tipo besteirol e baixaria por programas que tragam mais cultura ao nosso povo. Claro que no início a massa vai achar ruim, mas acaba acostumando se não tiver outra coisa para olhar à noite. Afinal é o programa mais barato que existe: assistir TV.
Por favor, vamos divulgar esta idéia, quem sabe alguém que leia esta matéria conheça algum publicitário que crie uma campanha bem charmosa que possa ser divulgada a nível nacional. Dêem idéias também. Alguém conhece alguém que conhece os donos de alguma emissora de TV?
Blogueiros: passem adiante, não precisam incluir meu link, se quiserem assumir a autoria, também não há problema, escrevam seus próprios posts sobre o assunto, enviem e-mails. O importante é o resultado final.
A economia de nosso país está crescendo, mas jamais chegaremos a ser um país de 1° mundo sem instrução nem educação.
Eu acredito piamente que com educação o nosso país pode deixar de ser chamado - tupiniquim.
Será que estou sonhando ou isso é possível? Não sei, depende de todos nós!

* Formada em Psicologia com pós-graduação em Administração de Recursos Humanos. Interessada em tudo que diga respeito ao ser humano e apaixonada pelo planeta Terra.

Marcadores: , , , ,

4 Comentários:

Às 2 de agosto de 2010 23:42 , Blogger Yolanda Hollaender disse...

Penso como você, Giba, e também há muito tempo deixei de assistir a TV aberta no horário nobre, porque nada me acrescenta - é sempre a mesma receita. Os programas, que eventualmente são bons, passam tarde da noite ou aos sábados e domingos pela manhã.
Divulgarei esta sua iniciativa para minha lista de contatos. Vale lembrar que no próximo dia 11 de agosto comemora-se o Dia Nacional da Televisão. Esta sua campanha veio em boa hora!
Abraços,
Yolanda

 
Às 3 de agosto de 2010 00:15 , Blogger Giba disse...

Yolanda, muito obrigado por seu apoio.
Ele será muito importante para nós.
Um grande abraço
Giba

 
Às 3 de agosto de 2010 00:32 , Blogger BLOG DO PROFEX disse...

Legal, Giba por ter atendido ao apelo da nossa amiga Atena e repostado também o texto dela.
Seria bom que mais amigos divulgassem e vestissem essa camisa.
Um abraço

 
Às 3 de agosto de 2010 14:01 , Anonymous Cecília disse...

Gilberto,compartilho do mesmo pensamento que a Atena, e não perco meu tempo assistindo TV,porque percebi que a maioria dos programas nada tem para acrescentar.Quando há algo que realmente importa passa no sábado as 6 horas da manhã.Infelizmente que não tem como pagar uma Canal fechado é refém desse tipo de entretenimento.Os frutos de toda a má qualidade da TV,esta sendo colhido,basta ler os jornais e constatar os índices de violência e promiscuidade.Parabéns pelo excelente post!
Bjos

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial