This Page

has been moved to new address

Optar Pelo Melhor é um Direito

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: Optar Pelo Melhor é um Direito

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Optar Pelo Melhor é um Direito


*Por: Lino Tavares

Ninguém, no jornalismo esportivo, brigou mais pela convocação de Ronaldinho para a seleção brasileira do que eu. Mas a minha preferência por esse jogador para por aí.

Não acho que faria bem ao Grêmio tê-lo no plantel, a peso de ouro, desestabilizando ainda mais as combalidas finanças do clube e a harmonia que reina entre os atletas, desde que Renato Portaluppi assumiu como técnico, tornando a equipe gremista a melhor e mais homogênea do segundo turno do Brasileirão de 2010.

Não pelo futebol de Ronaldinho, que é soberbo, mas porque sua presença no Grêmio seria fator de desagregação, fazendo surgir na folha de pagamento do clube um salário diferenciado, que despertaria a inveja nos outros jogadores, suscitando o surgimentos do famoso "corpo mole", próprio dos que ganham menos.

Julgar Ronaldinho por não ter cedido aos impulsos do coração fica difícil, porque não dependia só dele essa tomada de decisão, mas também de seu empresário e irmão, além do Milan, que optou abertamente
por negociá-lo com o Flamengo.

Assis pode até ter se portado de forma deselegante nessa negociação, mas cumpriu à risca seu papel de empresário ao conduzir a transação no sentido de auferir a melhor lucratividade possível para aquele que o
paga para fazer isso.

Não vivemos mais naqueles tempos românticos do amadorismo, a ponto de querer exigir que alguém abra mão de milhões de reais em troca de um sentimentalismo clubístico, em plena era do futebol-empresa, Isso que Pelé falou, dizendo que, se Ronaldinho ama mesmo o Grêmio, deveria jogar de graça no Clube não passa de pirotecnia oportunista.

Uma forma inteligente que o Rei encontrou para vender a imagem de "filho pródigo", algo que ele não foi quando se negou a vestir a camisa da seleção brasileira na Copa de 1974, na Alemanha.

O que precisa ficar claro nessa malograda negociação gremista - ora usada como antídoto pelos colorados, para amainar o fiasco de Abu Dhabi - é que o Grêmio não tem suporte financeiro para bancar um craque de tamanha projeção. Muito pelo contrário, é um clube endividado.

É verdade que o Flamengo, assim como o Grêmio e outros grandes clubes brasileiros, também está atolado em dívidas. Mas é preciso atentar para o fato de que a agremiação da Gávea só logrou êxito nessa
contratação bombástica por aquilo que é e não por aquilo que tem.

Levou a melhor nessa queda de braço, por ser o clube de maior torcida do país e achar-se sediado no Rio de Janeiro, capital mundial do esporte nos próximos cinco anos, quando será sede de tudo: Jogos Militares, Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíada de 2016.

É na capital carioca que vão fluir os maiores investimentos voltados ao mercado do esporte até meados desta década. Sabedor disso, Assis não estaria se portando como um bom empresário se conduzisse essa transação milionária de forma amadora, movido pelos arroubos de um romantismo anacrônico.

É muito fácil exigir dos outros arcar com prejuízos financeiros, em prol de uma causa ou de um ideal. Mas isso só existe na retórica de um socialismo atrasado, cujos arautos pregam a socialização do alheio,
salvaguardando o que lhes pertence como algo intocável.

É sábio o provérbio que diz "amores, amores; negócios à parte". Não se pode esquecer que o Felipão é confessadamente tão gremista quanto Ronaldinho. Nem por isso ofereceu-se para treinar o clube de seu
coração "a troco de banana", quando retornou ao Brasil.

Preferiu, de olho no belo salário - é claro - , "acampar de mala e cuia" no velho Palestra Itália de tantas jornadas vitoriosas. E ninguém o chamou de mercenário, por isso.

* Lino Tavares é jornalista

Marcadores: ,

4 Comentários:

Às 14 de janeiro de 2011 02:19 , Blogger O PANTANAL ON LINE - PROFESSOR RENATO PANTANAL disse...

Com certeza Amigo ótimo Post!
http://pantanal-professorpantanal.blogspot.com/

 
Às 14 de janeiro de 2011 13:33 , Anonymous Rose disse...

Dizem que escolheu o Flamengo “pra aproveitar o Rio” – praia, churrasco, pagode, vocês sabem. A imagem do clube, de passar a mão na cabeça de seus jogadores nos momentos de faltas e indisciplinas, teria pesado, rs
Independente disso ele é um excelente jogador, vamos torcer p/ que tudo dê certo !
Grande abraço.

 
Às 14 de janeiro de 2011 14:41 , Anonymous Anônimo disse...

faço minhas todas as afirmativas feitas pelo meu querido amigo lino tavares...abrç hçac

 
Às 17 de janeiro de 2011 16:30 , Anonymous Haroldo R. dos Reis disse...

Giba, Muito bom....gostei muito também da matéria sobre “Balanço da Era Lula”....deu até saudade do PSDB do Fernando Henrique...rs....rs....rs...Parabéns,

Abraço,

Haroldo

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial