This Page

has been moved to new address

Um Brasil Injusto e Desmemoriado

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: Um Brasil Injusto e Desmemoriado

sábado, 12 de março de 2011

Um Brasil Injusto e Desmemoriado

(*) Por: Lino Tavares

Além de ser um país sem memória, o Brasil é também o país das grandes injustiças históricas e culturais. Os nossos militares, atendendo aos apelos da sociedade civil, depuseram o governo entreguista de Jango em 1964, impedindo assim que os planos de tornar o Brasil uma república socialista, atrelada ao regime comunista comandado por Moscou, caíssem por terra.
Hoje são tidos como vilões, como se tivessem ocupado o poder para satisfazer vaidades pessoais ou para enriquecer ilicitamente, a exmeplo do que governantes eleitos democraticamente têm feito nas três últimas décadas. Findo o Regime Militar, não se teve notícia de que qualquer dos presidentes que se sucederam no período tivesse agregado a seu patrimônio individual qualquer bem adquirido com roubos e negociatas próprios de gestões corruptas. No aspecto cultural, os gaúchos choram  perda de Moacyr Scliar, que desfalca a representação do extremo sul na Academia Brasileira de Letras.
Vale lembrar, porém, que o maior prejuízo que o Rio Grande do Sul teve, em relação à " Casa de Machados de Assis", foi a não ocupação de uma cadeira de acadêmico por parte do seu mais ilustre poeta Mário Quintana, que jamais foi aceito nessa entidade da elite intelecutal brasileira, apesar de ser reconhecido como um dos maiores do gênero, não só no Brasil mas em todos os países de língua portuguesa.

Marcadores:

1 Comentários:

Às 12 de março de 2011 13:43 , Blogger Josy Nunes disse...

Oi,
Giba,
amigo, concordo plenamente em gênero, número e grau, sempre me pergunto: o Quintana que é o Quintana nunca conseguiu ser membro da academia, porque o Sarney é?? Não entendo??? E mesmo muito injusto.
Beijão no coração e fica com Deus

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial