This Page

has been moved to new address

Almirante Brasileiro Assume Comando da Frota da Missão de Paz da ONU no Líbano

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: Almirante Brasileiro Assume Comando da Frota da Missão de Paz da ONU no Líbano

sábado, 12 de março de 2011

Almirante Brasileiro Assume Comando da Frota da Missão de Paz da ONU no Líbano


O Contra-Almirante brasileiro, Luiz Henrique Caroli, assumiu hoje (24/02) o comando da Força Tarefa Marítima (FTM), componente naval da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), em uma cerimônia a bordo de um navio no Porto de Beirute.

Primeira força naval a integrar as missões de paz da ONU, a FTM-UNIFIL foi implantada a pedido do Governo libanês para ajudar a Marinha a evitar a entrada de armas ou material relacionado no país por via marítima. Para isto, a FTM trabalha em conjunto com a Marinha libanesa.
O Contra-Almirante brasileiro, Luiz Henrique Caroli, assume comando da Força Tarefa Marítima (FTM), componente naval da UNIFIL. Foto: ONU.
O Contra-Almirante brasileiro, Luiz Henrique Caroli, assume comando da Força Tarefa Marítima (FTM), componente naval da UNIFIL. Foto: ONU.

O Comandante da Força da UNIFIL, o Major-General Alberto Asarta Cuevas, entregou o comando da FTM ao Almirante Caroli a bordo da Fragata Yildirim (Turquia), na presença de representantes das Forças Armadas do Líbano, bem como de diplomatas e oficiais de países que contribuem para as tropas da UNIFIL.

O Major-General Asarta agradeceu o Brasil por sua contribuição e elogiou os trabalhos do FTM e da Marinha libanesa.

"A FTM está desempenhando um papel crítico para a prevenção, repelindo as tentativas de tráfico ilegal de armas e incidentes na fronteira de boia [line of buoy]", disse. "Apesar das restrições, a Marinha libanesa tem demonstrado, sucessivamente, profissionalismo e comprometimento excepcional com a segurança das águas libanesas, em estreita parceria com a FTM."

O Comandante da Força reiterou que a paz sustentável pode ser alcançada no sul do Líbano. "Os esforços contínuos da FTM serão vitais para aproveitar o momento, com base nas conquistas alcançadas até agora", acrescentou.

O Contra-Almirante Caroli disse estar ansioso para desempenhar sua função.

"A Marinha brasileira está muito orgulhosa de se unir à FTM e espera poder contribuir com o trabalho bem sucedido que tem sido feito", disse Caroli. "As capacidades crescentes da Marinha das Forças Armadas libanesas nos permitem vislumbrar um futuro promissor."

Desde o início de suas operações, em 15 de outubro de 2006, a Força Tarefa Marítima abordou cerca de 36 mil navios e encaminhou cerca de 900 embarcações suspeitas às autoridades libanesas para novas inspeções.
Contra-Almirante brasileiro Luiz Henrique Caroli

Nascido no Rio de Janeiro, o Contra-Almirante Caroli frequentou o Colégio Naval brasileiro em 1973 e assumiu ao posto de Almirante em 2007.
Ele foi designado para uma série de postos e serviu como Comandante Oficial do Porta-aviões "São Paulo", do Navio de Patrulha Fluvial "Pedro Teixeira", do Caça-Minas "Atalaia" e do Centro de Treinamento da Frota da Marinha do Brasil "Almirante Marques de Leão". O Almirante Caroli é doutor em Ciências Navais pelo Colégio Naval do Brasil e participou de cursos sobre guerra naval, estratégia, política, gestão e planejamento.

A FTM-UNIFIL atualmente é composta de unidades navais em Bangladesh (2 navios), Alemanha (3 navios), Grécia (um navio), Indonésia (um navio) e Turquia (um navio).

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial