This Page

has been moved to new address

“A GUERRA SANTA”

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: “A GUERRA SANTA”

terça-feira, 3 de maio de 2011

“A GUERRA SANTA”

 (*) Massucatti Neto

Uma vez perguntaram a Saramago: "como pode um homem que não crê em Deus fazer coisas boas?" ele pergunta: "como pode tanta gente que crê, fazer tanta coisa ruim?"

Em sua genial simplicidade Saramago sintetiza a verdade, nunca na historia da humanidade matou-se mais do que em nome de Deus. Cruzadas, Os protestantes contra católicos na Irlanda, caça as bruxas na idade média e em Salém, e hoje mais uma vitória do bem contra o mal, a sociedade judaico-cristã acabou com o demônio herege, Bin La Den, mas ué? Ala não é Deus?

Ele (Osama) matou em nome de Ala e morreu em nome de Ala, os estados unidos mataram em nome de Deus, e continuarão matando. Tudo em nome de Deus.

É fácil falar de Deus, eu sou filho de Deus, eu cumpro os mandamentos de Deus, eu isso em nome de Deus, eu aquilo em nome de Deus. Mas o principal, o centro de tudo em todas religiões que professão uma fé em um único Ser, esquecem:

AMAR O PROXIMO COMO A SÍ MESMO!

A grande verdade, e essa é absoluta, é que Deus sempre foi e sempre será a melhor desculpa para as barbáries que acontecem todos os dias em todos os cantos do mundo Eu da minha parte fico com Saramago: 
" Não sou um ateu total, todos os dias tento encontrar um sinal de Deus, mas infelizmente não o encontro."

(*) Massucatti Neto é profissional de segurança privada, entusiasta de assuntos polemicos e um inestimável amigo a mais de quarenta anos.   

Marcadores:

1 Comentários:

Às 3 de maio de 2011 15:48 , Anonymous Rose disse...

Uma coisa é certa, enquanto políticos e religiosos de todo o mundo, de todas as religiões do mundo estiverem usando o nome de Deus em causa própria, estiverem matando seus irmãos pela incompreensão e intolerância, e proclamando aos quatro cantos: “Eu sou salvo! Deus está comigo! Só a minha religião salva!”, quem vai estar rindo à toa e esperando seus discípulos é o próprio Demônio, o jogador que mexe suas peças nesse jogo chamado fanatismo religioso.
Rose*

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial