This Page

has been moved to new address

O MEDO DA CARA NOVA

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: O MEDO DA CARA NOVA

terça-feira, 12 de julho de 2011

O MEDO DA CARA NOVA





* Por Maria Marçal

Hoje escutei no rádio sobre a intenção da Presidenta personificar seu governo de acordo com sua "Cara".

Diria que, à princípio, toda e qualquer relação socioafetiva somente vinga se houver confiabilidade; se nos entregamos com transparência, fidelidade, honestidade e mais alguns requisitos da família da dignidade.

Mas, nesse caso em especial, em que Dilma chegou ao poder pelas mãos de Lula, sendo "escondida" a realidade de endividamente extremo do Brasil, onde o discurso do governo anterior basificou a economia, sedimentou obras sociais, costurou riquezas advindas do petróleo como nunca visto e hoje voltamos a ter uma gasolina caríssima...

Fico pensando que não sei qual seria a "Cara" da Presidenta Dilma, com a qual tive o prazer de trabalhar na Assembléia Legislativa quando era do PDT e eu exercia o cargo de Secretária administrativa da Direção do Partido. Naquela época sabíamos qual a "Cara" da Dilma, porque exercia um comando, desbancando quem não conhecia a economia do nosso Estado. Em síntese: era uma líder.

Hoje, se vimos toda essa corrupção às soltas, descobrimos que nossa dívida está em trilhões e não mais bilhões antes dito como pago pelo ex-presidente
Lula, estando sem escolas, sem saúde digna, sem programas claros de reconstrução de um Brasil moderno, sem estradas e com os Poderes seja no âmbito legislativo, executivo ou judiciário visivelmente se preocupando em aumentar seus proventos e não termos mais a quem recorrer por Justiça Social... há que se perguntar:

- Mas que "Cara" é essa que nossa Presidenta irá nos presentear?

Previdência pública: aumentarão tempo de contribuição e diminuirão o salário final;
Programas de saúde/hospitais: nem mais a dengue conseguem combater e não há leitos, não há médicos, não há planos de saúde que contemplem atendimento imediato;
Programa de habitação: o endividamento de quem adquiriu casas populares é alarmante e os juros vem aumentando de mansinho;
Programa de Segurança: nem Exército resolve mais;
Programa de atendimento à Mulher/Direitos Humanos: só vejo a Maria do Rosário em palestras e preparando um próximo pleito por aqui. Os horrores que cabem a essa Pasta resolver, vimos acontecendo pela televisão - leite/sangue derramado;
Programa de Bolsas para "Tudo": talvez seja esse o grande erro do governo petista: alimente, vista e dê moradia a quem não trabalha, aliás contempla outras Categorias, também e com eficácia suprema.

A "Cara" da Dilma futura me preocupa demais...

Se personalizar sua Gestão dando guarida aos Poderes se autolocupletarem com altos salários mais auxílio-alimentação, auxílio-moradia, auxílio-viagens (exterior em preponderância) e discursos para plateias vazias, diria que esse formato tenderá a ruína política de uma Primeira Mulher no Poder Brasileiro.

Quando assisto no Fantástico chamarem advogados para resolver o não-pagamento de um plano de saúde por parte de pais com filho drogado e "acertarem" publicamente uma dívida de mil e poucos reais em dezenas de vezes para que o menino continuasse seu tratamento coberto pela Seguradora me dá vontade de vomitar por termos um Ministério da Saúde, uma Ministra dos Direitos Humanos!! e um Governo que ouvem, discursa em banquetes, assiste impacível as lágrimas de uma família na miséria, quando que o intuito de palanque era de coibir tais barbaridades.

Talvez a "Cara" da Dilma seja apenas adotar um novo modelo de conjuntinho básico: elegante, peças de estilo, retomando assim a um Brasil de brasileirinhas bem vestidas como era aqui em Porto Alegre antigamente, onde as moças desfilavam pela Rua da Praia (Calçadão) em trajes finissimos, atraindo o olhar masculino.

Ainda:

Assisti hoje, também, e talvez por essa razão venho ao meu Blog e ao Dihitt desabafar um pouco sobre aquilo que me torna uma pessoa politicamente incorreta ao "excomungar" esse jogo de enganação para quem mereceria do bom e do melhor desses indivíduos que elegemos e que até o momento só engordam seus salários: um menino que vive no hospital desde que nasceu (6 anos agora) por necessitar de aparelho para respirar. Uma mãe que percorre quilômetros diários para vê-lo e ela ainda com esperança que um dia seu filho possa sair daquele leito e ir respirar o ar da rua...

Que tristeza por aquela mãe, aquele menino e toda equipe hospitar que faz o serviço que deveria ser do Governo Federal, Estadual, políticos (afinal representam o povo).

Por que precisa existir o tal "Criança Esperança" no Governo Dilma?
A rigor, pela campanha, deveria ser extinto porque o Governo Dilma estava pronto para assumir todas as "sequelas" públicas do povo brasileiro.

Não desejo ver a "Cara" nova da nossa Presidenta se persistirem em elevar os preços da comida, ignorarem que empobrecemos em seis meses de forma avassaladora, se permanecerem desconsiderando que riqueza não é e nunca virá de financiamentos para nos auto-sustentar nessa lama de inverdades.

Essa "Cara" nova da Presidenta do Brasil, permanecendo esse quadro corrosivo de injustiça social, posso assegurar que terei medo de conhecer.

* Maria Marçal é administradora do Blog Maturidade.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial