This Page

has been moved to new address

Star Trek ( Jornada nas Estrelas)

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: Star Trek ( Jornada nas Estrelas)

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Star Trek ( Jornada nas Estrelas)

Star Trek ( Jornada nas Estrelas) é uma ficção científica criada pelo roteirista e produtor Gene Roddenberry na década de 60 e posteriormente desenvolvida por ele e por outros produtores. O universo ficcional de Star Trek é o cenário de seis séries televisivas, dez filmes para o cinema, centenas de livros - romances, desenho animado, enciclopédias, dicionários, "manuais técnicos" e mesmo textos científicos e filosóficos -, dúzias de jogos para computador e consoles e um parque temático em Las Vegas. No "universo" de Star Trek, a humanidade desenvolveu a tecnologia das viagens espaciais mais rápidas que a luz após uma fase pós-apocalíptica em meados do século XXI. Posteriormente, os seres humanos uniram-se a outras espécies da galáxia para formar a Federação Unida de Planetas. Resultado da intervenção alienígena e do progresso científico, a humanidade, na altura do século XXIII, já teria superado muitos de seus defeitos e vicissitudes, teria erradicado doenças e a pobreza e se dedicaria a explorar novos mundos. As histórias de Star Trek costumam descrever as aventuras de seres humanos e alienígenas que servem na Frota Estelar da Federação. Os protagonistas são, em geral, altruístas, com ideais que por vezes são aplicados de maneira imperfeita aos dilemas apresentados nas histórias. Os conflitos e a dimensão política de Star Trek formam alegorias que representam as realidades culturais de hoje: a série original comentava a realidade dos anos 60, do mesmo modo que as séries posteriores refletem os valores e questões da época em que foram produzidas. Em geral, as séries abordam temas como guerra e paz, autoritarismo, imperialismo, conflito de classes, racismo, direitos humanos, sexismo e feminismo e o papel da tecnologia. Star Trek é um dos nomes mais populares do século XX no que toca a entretenimento de ficção científica.
A série original (1966–1969)
Star Trek estreou na estação televisiva norte-americana NBC em 8 de Setembro de 1966. Contava a história de uma tripulação da nave estelar USS Enterprise da Federação dos Planetas Unidos e as suas aventuras "onde nenhum homem se tinha atrevido a estar antes" ("onde nenhum homem jamais esteve", no Brasil). Numa visão utópica do século XXIII, estes personagens encontravam-se numa missão de cinco anos para explorar novos mundos e procurar novas formas de vida e civilizações. A série teve um filme piloto, com Jeffrey Hunter como o capitão da nave estelar. O filme terminou por não ser exibido, mas suas imagens foram aproveitadas num episódio em duas partes da série. Os únicos atores da série a participar do filme foram Leonard Nimoy, como Spock, e Majel Barrett, como "Imediato".
Os níveis de audiência eram baixos e a renovação de contratos publicitários difícil, pelo que houve intenção da cancelar no final da segunda temporada. Deve-se aos fãs da série e à sua campanha sem precedentes ter convencido a NBC a produzir uma terceira temporada. O último episódio desta foi transmitido em 3 de Junho de 1969, muitos culpando a fraca audiência desta temporada ao fato de ser transmitida às sexta-feiras à noite. A série tornou-se um fenómeno de popularidade crescente com a repetição em outros canais, fazendo aumentar o número de fãs, os quais são denominados Trekkies. Inclusivamente, o regresso de uma nova série (Star Trek: Fase Dois) com os mesmos atores esteve iminente com o início das filmagens dez anos mais tarde, mas os responsáveis acabariam por voltar atrás nas suas intenções e optarem por lançar um filme para os cinemas, Star Trek: The Motion Picture (no Brasil, "Jornada nas Estrelas: O Filme"), o primeiro de seis com os personagens da série original.O sétimo incluiria ainda alguns personagens da TOS.Nos EUA, a primeira série foi rebatizada com o sub-título The Original Series ("A Série Original"), cuja sigla é TOS, de modo a distingui-la das séries que se seguiram.No Brasil, a série estreou pela extinta TV Excelsior no final dos anos 60 e foi reexibida pela Rede Bandeirantes, Rede Manchete, Rede Record e Canal USA. Recentemente foi exibida pela Rede 21. As três temporadas também foram lançadas em DVD no mercado brasileiro.
Star Trek: Fase II
Planejada, mas nunca produzida, esperava-se que a série Star Trek: Phase Two chegasse aos lares norte-americanos na Primavera de 1978, através de uma proposta de uma nova rede televisiva que se viria a tornar a futura United Paramount Network. A ideia era colocar a tripulação original de novo a bordo da Enterprise para uma segunda missão de cinco anos. Foram escritos doze episódios e inicaram-se as filmagens do primeiro. Este acabou por se tornar Star Trek: The Motion Picture ("Jornada nas Estrelas: O Filme"), tendo dois dos restantes episódios sido aproveitados para a série Star Trek: The Next Generation. Nenhum argumento original dos episódios escritos faz parte da cronologia oficial de Star Trek. Apesar da intenção de manter a tripulação original, uma das personagens ausentes seria o Spock, dado Leonard Nimoy ter recusado o convite. A série contaria com personagens novos, como o Comandante William Decker, a Tenente Ilia e o vulcano Tenente Xon. Quando se optou por um filme cinematográfico em vez de uma série televisiva, estes três personagens foram adaptados. Decker e Ilya - agora incluída na tripulação ao leme da nave - aparecem como personagens principais ao longo de todo o filme, ao contrário de algumas das personagens da tripulação original, com papéis menores. Pelo contrário, o papel do Tentente Xon foi transformado em Comandante Sonak e foi reduzido apenas a algumas aparições e poucas falas antes de falecer num acidente de teletransporte.
Star Trek: The Next Generation (1987–1994)
No Brasil, ganhou o título de "Jornada nas Estrelas: A Nova Geração". Os eventos da série ocorrem 90 anos após a primeira missão da Enterprise original, com uma nova nave estelar (a Enterprise-D) e uma nova tripulação. Nos EUA, estreou em 28 de Setembro de 1987 com o episódio piloto de duas horas Encontro em Farpoint. Teve direito a sete temporadas, com a transmissão do último episódio, All Good Things..., em 29 de Maio de 1994. A série teve uma audiência considerável nos EUA na sua primeira transmissão e desde então tem conquistado fãs no mundo inteiro. Em 1994, estrearia no cinema o primeiro filme com a nova geração - o sétimo do universo Star Trek -, ao qual se seguiriam outros três, o último deles em 2002. Em termos de estilo e temática, esta nova série divergiu considerávelmente da orientação seguida na série original. Os novos personagens, dentre os quais se destacam o Capitão Jean-Luc Picard, um homem de difícil trato - nada semelhante ao fleumático Capitão Kirk - mas justo, e o andróide Data, que durante a exploração da galáxia persegue o objectivo de se aperfeiçoar e se tornar "mais humano", trouxeram uma maior credibilidade à série. Em termos visuais, houve naturalmente um enorme salto qualitativo, mas raras vezes os efeitos especiais guiaram o rumo da série, servindo apenas como pano de fundo para intrigas que levantam grandes questões sobre honra, amor, amizade, vida e morte, ou lugar do Homem no Universo.No Brasil, a série foi originalmente transmitida pela extinta Rede Manchete, Rede Record, Rede 21 e atualmente é exibida pelo Universal Channel, antigo canal USA, que em setembro de 2006 exibiu o seu último episódio doze anos após a exibição original nos Estados Unidos. As duas primeiras temporadas foram lançadas em DVD no Brasil no segundo semestre de 2006; a terceira, a quarta e a quinta temporadas chegaram às lojas em 2007.
Star Trek: Deep Space Nine (1993–1999)
No Brasil, a série foi chamada de "Jornada nas Estrelas: A Nova Missão" quando exibida em TV aberta (sendo que esta denominação não é muito usada entre os fãs) e "Jornada nas Estrelas: Deep Space Nine" na TV por assinatura. Nos EUA, as suas sete temporadas foram transmitidas concomitantemente com outras séries Star Trek: a segunda metade da sexta e a totalidade da sétima temporada de TNG e as primeiras cinco temporadas de VOY. Esta série narra os acontecimentos passados na estação espacial Deep Space Nine, a qual se situa perto de uma "fenda espacial" que permite uma viagem imediata para o distante Quadrante Gama da galáxia. Este fato torna a estação um posto táctico importante e um centro de comércio vital para aquela grande área do espaço por explorar. Deep Space Nine partilha alguns dos mesmos temas utópicos das séries anteriores, embora se foque mais em guerra, religião e política, entre outros assuntos. No Brasil, a série foi exibida pela Rede Record e é transmitida pelo Universal Channel. As duas primeiras temporadas em DVD região 4 foram lançadas no Brasil em 2007.
Star Trek: Voyager (1995–2001)
No Brasil chamou-se "Jornada nas Estrelas: Voyager". Nos EUA, teve a duração de sete temporadas, narrando as aventuras daquela nave comandada pela sua capitã, Kathryn Janeway. Logo no primeiro episódio, a nave é misteriosamente transportada para o Quadrante Delta da galáxia, a setenta e cinco mil anos-luz da Terra. Embora inicialmente com uma boa audiência nos EUA, esta decresceu drasticamente nas últimas temporadas. No Brasil, a série foi transmitida pelo Universal Channel até abril de 2008. As duas primeiras temporadas foram lançadas em DVD em 2007.
Star Trek: Enterprise (2001–2005)
É uma ¹prequela das restantes séries Star Trek. O episódio piloto, intitulado Broken Bow, ocorre dez anos antes da fundação da Federação dos Planetas Unidos, entre os eventos mostrados no filme Star Trek: First Contact e a série original Star Trek. Esta série narra a exploração do espaço por uma tripulação que é capaz de ir mais longe e mais rápido que qualquer ser humano anteriormente. Apresenta situações que não são inteiramente desconhecidas dos fãs de Star Trek, permitindo, no entanto, que os seus personagens lidem com as mesmas sem a experiência e as regras construídas nos anos seguintes da história Trek. Retornando ao espírito de exploração da série original, a tripulação da primeira nave Enterprise, comandada pelo impulsivo Jonathan Archer, enfrenta pela primeira vez espécies como borgs, romulanos, klingons e ferenguis, já conhecidos nas séries anteriores, com a diferença de que os humanos ainda são uma espécie desconhecida e de tecnologia inferior à das espécies belicosas da galáxia. A série, como uma ¹prequela, mostra ainda os vulcanos como uma espécie militarmente agressiva e os fatos que os levaram à postura quase monástica descrita na série original, além da criação da Federação dos Planetas Unidos e o início da liderança diplomática da Terra na galáxia. Após ser exibida por quatro temporadas, a série foi cancelada pela rede UPN em 2 de Fevereiro de 2005, com seu episódio final sendo transmitido nos EUA em 13 de Maio. No Brasil, a série foi transmitida pelo canal pago AXN e agora está na sua segunda reprise e é exibida também no canal aberto TV Brasília. As quatro temporadas foram lançadas em DVD região 4 no Brasil e com som 5.1 (Dolby Digital), porém sem a dublagem. Especula-se que os DVDs, cada um em geral com quatro episódios completos, não teriam espaço em disco suficiente para conter uma banda adicional dublada.
Star Trek no cinema
Até ao momento, foram dez os longa-metragens de Star Trek para o cinema, Os dez filmes também foram lançados em DVD no mercado brasileiro, alguns com edição adicional de colecionador.

¹Uma prequela é um trabalho que contém elementos passados no mesmo universo ficcional que uma narrativa prévia completa, desde que esses elementos ocorram anteriormente aos narrados no primeiro trabalho.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial