This Page

has been moved to new address

Acorda, Brasil !

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: Acorda, Brasil !

terça-feira, 24 de maio de 2011

Acorda, Brasil !


Por: Delmar

Brasileiras e brasileiros, conclamo a todos que é preciso que deixemos de ser cordeiros e vamos botar a boca no trombone, contra essa pouca vergonha institucionalizada, que está tomando conta do Brasil, graças a existência do PT e seus companheiros, todos corruptos e ladrões, que já lotearam o Brasil entre eles.


Não é possível que a Presidente Dilma Rousseff esteja defendendo o indefensável, como o ministro chefe da casal civil, Antonio Poliffi, que não obstante todas as negociatas e tráfico deinfluência, possa ficar fazendo parte do governo, a não ser que esse próprio governo tenha se transformado num antro de corrupção, e a presidente seja a chefa dessa corja !?

É preciso que seja feito alguma coisa para brecar essa pouca vergonha.

Onde se encontram o Ministério Público Federal? O Tribunal de Contas da União? O Procurador Gurgel, que disse que não há nada a investigar, está tudo certo? Então ele também é suspeito? Está na vala comum?

Se for assim estamos todos perdidos.

Só resta aos brasileiros fazer uma greve geral para parar o país até que seja feito uma varredura, a fim de demitir todos os políticos, sem exceção, e convolcar nova eleição geral  ou soliciar às Forças Armadas que assumam as rédeas do País.

Esta é a minha opinião e sujestão, salvo melhor juízo !?





Consultoria a jato Palocci: ministro é só uma Erenice Guerra piorada.

Vocês já notaram que o caso Palocci é praticamente idêntico ao caso Erenice Guerra?

Lembram do escândalo do braço direito da Dilma?

Erenice Guerra era ministra da Casa Civil, ocupando o mesmo cargo que um dia foi de Zé Dirceu, depois de Dilma e agora de Palocci.

Seu filho, Israel Guerra era dono da  Capital Assessoria e Consultoria, que tinha sido aberta oficialmente um ano antes do escândalo acontecer, assim que a candidatura de Dilma começou a ser aventada.

No papel, constavam como sócios Saulo Guerra, outro filho da ministra, e Sônia Castro, mãe de Vinícius Castro, assessor jurídico da Casa Civil.

Eram dois laranjas.

Lembram que ele tinha um contrato com uma cláusula que previa "taxa de sucesso" de 6%, caso uma licitação de R$ 84 milhões dos Correios fosse vencida pelo seu cliente?

A história é por demais conhecida.

Erenice Guerra acabou demitida, pois foi provado o seu envolvimento.

Até hoje, no entanto, a Polícia Federal, protelando as investigações.

Mas por que Antônio Palocci Filho é uma Erenice Guerra piorada? 

Porque ele também inventou um empresa de consultoria, chamada Projeto Consultoria, que começou com palestras, passou por finanças e economia, acabando em negócios imobiliários.

Também atendeu empresas que tinham negócios com o governo, um prato cheio para exercer a sua influência e o seu posto de futuro ministro.

E, agora, também informa que cobrava uma "taxa de sucesso", para tentar, através do expediente do ganho variável e sem limites,  explicar e espetacular faturamento de R$ 10 milhões em apenas dois meses, logo após a eleição de Dilma.

Só que o caso de Palocci é muito pior: Ele é o beneficiário direto das negociatas, não existe nem ao menos um laranja para jogar a responsabilidade.

O negócio do filho da Erenice Guerra não era consultoria coisíssima nenhuma.

Era lobby e tráfico de influência.

Palocci, assim como Erenice Guerra,  não tem nada a oferecer que não seja este tipo de serviço.

Não tem competencia para cobrar "taxa de sucesso " que, na verdade, é o nome artístico de comissão ou até mesmo de propina.

Não há nada de novo no caso Palocci.

Ele é apenas uma Erenice Guerra piorada.

Matzembacher,André
Santa é a guerra,
e sagrada são as armas para aqueles que somente nelas podem confiar

Marcadores:

4 Comentários:

Às 25 de maio de 2011 14:26 , Blogger José Massucatti Neto disse...

Senhores, a menos que as eleições tenham sido adulteradas, é essa turma e essa "presidenta"(como alguns bajuladores da mídia insistem em chamar) que foram escolhidos pelo voto da maioria do povo, ou seja, clamar esse povo para a deposição e imposição de um novo regime militar é inócuo. Todos os fatos ora expostos são verdadeiros, são terriveis, mas pergunto? façamos a greve geral, vamos derrubar o poder vigente e se caso for sobre a força de armas, e pergunto de novo...quem vai mandar? quero um nome, apenas um nome, ou nomes que seja, que concentre em si todos os requisitos para governar com, isonomia, justiça e honestidade. O ideal não depois do caldo entornado, do voto mal votado querer ser passional com coisas que SEMPRE aconteceram, seja hoje ou ontem, e quando falo ontem falo da epoca dos militares também, o importante é termos a coragem de cobrar mudanças no metodo de escolha dos nossos representantes, voto livre para se saber em quem se vota realmente e saber que quem votou, votou por dever civico e não por livre espontanea coação

 
Às 25 de maio de 2011 14:31 , Blogger Giba disse...

Caro amigo Massucatti, você quer um nome que seja a carra do povo brasileiro?
Eu tenho um:
Palhaço Tiririca...
É duro, mas é verdade.
Um grande abraço
Giba

 
Às 25 de maio de 2011 15:14 , Blogger José Massucatti Neto disse...

Isso mais uma vez reforça, Giba, a minha tese que voto obrigatório é um absurdo, resquicio dos regimes antiquados e arcaicos,não só o voto como também o seriço militar obrigatorio(legado de Bilac que nunca pôde servir por sua estrutura fisica) e o senado, para que senado se temos mais de 500 deputados para nos enrolar...

 
Às 26 de maio de 2011 17:02 , Blogger Norival disse...

Caros amigos, a situação esta insustentável, não aguentamos mais tanta roubalheira e tantos impostos, sem contar os problemas com a saúde publica e a educação (digo falta de...)
Como fazer para convocar a população para uma grave geral? E exigir um basta a esta pouca vergonha.

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial