This Page

has been moved to new address

CINISMO OU IGNORÂNCIA? BÍBLIA “PERDIDA” NA PARADA GAY DE 2011

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: CINISMO OU IGNORÂNCIA? BÍBLIA “PERDIDA” NA PARADA GAY DE 2011

sábado, 21 de maio de 2011

CINISMO OU IGNORÂNCIA? BÍBLIA “PERDIDA” NA PARADA GAY DE 2011



(*) Por: Ewerton Torreão

Divulga-se na mídia que a Parada gay de 2011 irá usar tortuosamente (única maneira aplicável) um texto Bíblico. Este detalhe -se efetivado- poderia reafirmar que seus organizadores desconhecem mesmo o Livro que “tanto amam” (a ponto de batalhar para criminalizá-lo?); ou talvez indique que tenham a mera intenção de desviar -parcialmente- os holofotes do “objeto humano” que preferem perseguir e caluniar indiscriminadamente: os próprios cidadãos cristãos. Será que a “nova tática” seria voltar a deturpar a maior fonte de fé dos não-GLBTs? Não se pode negar que para estes seria oportuno; já que se criticou tanto os “parlamentares do caminho”, porém com pouco efeito: o abusivo “Kit gay” já foi vetado e a inescrupulosa “Mordaça gay” sequer votada foi.

Entretanto, para os cristãos brasileiros, além de ser paradoxal ver Sodomitas contemporâneos tentando promover seu pecado predileto com uso genérico de um tema Bíblico, poderia ainda transparecer uma infame provocação? Certamente, mas isso não seria novidade (vindo de quem vem) e não merece revide. Há indícios de que alguns GLBTs se enxergam como “exemplos” para os demais grupos de pecadores “Rebeldes”: que igualmente não se arrependem e mutuamente estimulam suas iniqüidades afins. Estes indivíduos contumazes acreditam que para manter o destacado status (ícone maligno?) e serem dignos de imitação –quiçá- em paradas similares; precisam chamar muito a atenção, nem que seja por meio de confusos sacrilégios: como promover imundícias associado a instrumentos sagrados que costumeiramente combatem. Basta se ver como minoria para que os mais ousados representantes apelem aos escândalos já com o caricato objetivo de se “fazerem de vitimas” em meio às contendas (que eles mesmos criaram): tudo para tentar agregar reforços ideológicos da audiência ainda indiferente. Quem sabe se variando os tipos de profanação não tenham êxito novamente? Se o circo for bem feito, podem surgir inúmeros atores da platéia: como defensores do aborto dispostos a se agregarem ou criar uma exclusiva parada pedindo um basta para a “assassinofobia” também; digo “abortofobia”, só que promovendo outro texto Bíblico? Ou Adúlteros levantando placas de chega de “adulterofobia”; Mentirosos combatendo a “mentirofobia”; até Pedófilos ridicularizando a "pedofilofobia" com Bíblias nas mãos? É possível, mas será que alcançariam êxito com ajuda de inconsistência e desacato religiosos? Talvez, já que “milagrosamente” nosso Estado é Laico e ninguém é obrigado a ter seriedade com Deus e o “Seu” Cristianismo; de forma que até se ganha evidencia com esta reprovável postura. No entanto, continua sendo óbvio -para os minimamente sociáveis- que todos deveriam ter a decência de respeitar a fé -e a respectiva base- dos demais cidadãos (por sinal, Maioria), ainda que discordassem desta.

Imagine –então- se os escritores da Nova Aliança pudessem descer à Terra para contemplar esta “paradinha”: distorcendo partes dos seus inspirados textos para promover um dos pecados sexuais mais grotescos de sua época: a Sodomia. Em verdade as frases ou escritos de Bolsonaro, Malafaia ou Julio Severo iriam parecer “flores e abraços”. Afinal, os sábios apóstolos seriam muito mais duros (fundamentalistas radicais?) com criaturas irreverentes e simpatizantes do pecado; especialmente os que até se “chamassem de cristãos” sem combater a iniqüidade em sua própria vida (visivelmente). Invariavelmente as exortações dos saudosos evangelistas ainda seriam recebidas como “Hiper-Ultra-Mega-Homofóbicas”: merecedoras de prisão perpétua ou até de morte (por parte dos mais fanáticos em foco). Todavia, é garantido que -muito diferente dos distintos manifestantes da Paulista- estaria no coração destes exemplares Homens de Deus um honrado e cortez Amor pelas almas da Avenida; tal qual o de um pai que só repreende o filho que ama por perseverante compaixão: para que sua descendência não se perca eternamente em estultícia e arrogância.

Na verdade, “colher” frases do Sagrado Testamento fora do seu contexto e com clara intenção de contradizer a própria Revelação (pois não respeitam a Hermenêutica, nem a Exegese dos mesmos) é um hábito antigo e comum dos filhos/lacaios de Satanás. Portanto, ver isto ser realizado por um grupo predominantemente “Bibliofóbico + Pecadofílico + Cristofóbico”, ainda iria sugerir uma relevante ignorância teológica dos seus guias ou uma confiança extrema na ingenuidade do resto da população. O que mais se pode esperar de um evento (categoricamente) Ímpio falando de Bíblia? Além de irônico e inconvincente, relembra muito a história da escrava advinha (da qual Paulo expulsou o demônio em Atos 16) que fingia exaltar algo que na verdade desconhecia ou desaprovava. E se supõe que citar a Bíblia –ao menos- alimente a maior ilusão dos GLBTs “religiosos”: impunidade pós-morte para qualquer pecado sem remorso? É nítido que fantasiam alcançar a “bendita Salvação’’ sem quaisquer mudanças; quem já não sonhou com isso? Pena (para estes) que -no mundo real- os estatutos de Deus não mudam (muito menos por influencia do de seu maior Inimigo) com utopias infantis.

Quisera Deus que todos os simpatizantes de “versículos isolados” tivessem estudado e compreendido a Bíblia uma única vez. Com certeza não restariam dúvidas de que o Amor mencionado pelos seus discípulos se direciona de forma especial para criaturas embotadas espiritualmente (que “não sabem o que fazem”) requerendo mudanças cruciais destas. Enfim sobraria convicção (sem carência de proselitismos extras) para uma inadiável “auto-reorientação”: já que apesar da “inocência” de seus atos, inegavelmente esperariam “colher o que estavam plantando” dramaticamente. Enquanto isso está longe de ocorrer, os Justos deste País não podem se omitir diante de iníquas usurpações; para que os filhos do Brasil não colham maiores regressões morais com injustiças sociais, ambas alicerçadas sobre uma ampla negação da Eterna ética do "Senhor dos senhores e Rei dos reis". Quisera mesmo que todos assimilassem apenas que o “Dono” da Bíblia não se deixa escarnecer, muito menos por “seres de barro” que ainda não ganharam a “Divina adoção” ou não retém o “Selo da Salvação”. O agravante disso tudo é que rejeitam -no seu cotidiano- a submissão ao Primogênito de Deus, apesar de sugerirem saber o suficiente do “Juízo e da Condenação Eterna” que só Jesus poderá lhes imputar (se permanecerem como estão).

Não por acaso, descrentes propagandistas escondem outras passagens que tem muito mais “a ver” com o Perfil Sodomita –tipicamente incrédulo ou insubmisso às escrituras- dos fiéis participantes deste “grandioso evento”. E não se pode ignorar que os GLBTs do Brasil conhecem “um pouco” a Bíblia, sim: o mínimo suficiente para não se interessar em evitar os (prazeres de) pecados nela descritos. Ora, será que “Super” humanos (pleiteiam Super-Direitos?) iriam se sujeitar a trilhar um “homofóbico caminho estreito” que Jesus lhes propõe como alternativa à sua “rotina moderna”? Especula-se que a impulsiva resposta destes seria: “não sem lutar ética ou antiteticamente (tanto faz)”! Em contrapartida, aproveitando que neste Arco-íris está surgindo “espaço e gosto” por Santos trechos, pode-se oportunamente sugerir que divulguem (e se comparem com) os seguintes grupos (4) de versículos também:

1TIMOTEO 1; 5-11: ORA, O FIM DO MANDAMENTO É O AMOR DE UM CORAÇÃO PURO, E DE UMA BOA CONSCIÊNCIA, E DE UMA FÉ NÃO FINGIDA.DO QUE, DESVIANDO-SE ALGUNS, SE ENTREGARAM A VÃS CONTENDAS;QUERENDO SER MESTRES DA LEI, E NÃO ENTENDENDO NEM O QUE DIZEM NEM O QUE AFIRMAM. SABEMOS, PORÉM, QUE A LEI É BOA, SE ALGUÉM DELA USA LEGITIMAMENTE; SABENDO ISTO, QUE A LEI NÃO É FEITA PARA O JUSTO, MAS PARA OS INJUSTOS E OBSTINADOS, PARA OS ÍMPIOS E PECADORES, PARA OS PROFANOS E IRRELIGIOSOS, PARA OS PARRICIDAS E MATRICIDAS, PARA OS HOMICIDAS, PARA OS DEVASSOS, PARA OS SODOMITAS, PARA OS ROUBADORES DE HOMENS, PARA OS MENTIROSOS, PARA OS PERJUROS, E PARA O QUE FOR CONTRÁRIO À SÃ DOUTRINA,CONFORME O EVANGELHO DA GLÓRIA DE DEUS BEM-AVENTURADO, QUE ME FOI CONFIADO.

1 corintios 6; 9-12: Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os EFEMINADOS, nem os SODOMITAS, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus. Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.

JUDAS 1; 3-8: AMADOS, PROCURANDO EU ESCREVER-VOS COM TODA A DILIGÊNCIA ACERCA DA SALVAÇÃO COMUM, TIVE POR NECESSIDADE ESCREVER-VOS, E EXORTAR-VOS A BATALHAR PELA FÉ QUE UMA VEZ FOI DADA AOS SANTOS. PORQUE SE INTRODUZIRAM ALGUNS, QUE JÁ ANTES ESTAVAM ESCRITOS PARA ESTE MESMO JUÍZO, HOMENS ÍMPIOS, QUE CONVERTEM EM DISSOLUÇÃO A GRAÇA DE DEUS, E NEGAM A DEUS, ÚNICO DOMINADOR E SENHOR NOSSO, JESUS CRISTO. MAS QUERO LEMBRAR-VOS, COMO A QUEM JÁ UMA VEZ SOUBE ISTO, QUE, HAVENDO O SENHOR SALVO UM POVO, TIRANDO-O DA TERRA DO EGITO, DESTRUIU DEPOIS OS QUE NÃO CRERAM; E AOS ANJOS QUE NÃO GUARDARAM O SEU PRINCIPADO, MAS DEIXARAM A SUA PRÓPRIA HABITAÇÃO, RESERVOU NA ESCURIDÃO E EM PRISÕES ETERNAS ATÉ AO JUÍZO DAQUELE GRANDE DIA; ASSIM COMO SODOMA E GOMORRA, E AS CIDADES CIRCUNVIZINHAS, QUE, HAVENDO-SE ENTREGUE À FORNICAÇÃO COMO AQUELES, E IDO APÓS OUTRA CARNE, FORAM POSTAS POR EXEMPLO, SOFRENDO A PENA DO FOGO ETERNO. E, CONTUDO, TAMBÉM ESTES, SEMELHANTEMENTE ADORMECIDOS, CONTAMINAM A SUA CARNE, E REJEITAM A DOMINAÇÃO, E VITUPERAM AS DIGNIDADES.

ROMANOS 1; 21-32: PORQUANTO, TENDO CONHECIDO A DEUS, NÃO O GLORIFICARAM COMO DEUS, NEM LHE DERAM GRAÇAS, ANTES EM SEUS DISCURSOS SE DESVANECERAM, E O SEU CORAÇÃO INSENSATO SE OBSCURECEU. DIZENDO-SE SÁBIOS, TORNARAM-SE LOUCOS. E MUDARAM A GLÓRIA DO DEUS INCORRUPTÍVEL EM SEMELHANÇA DA IMAGEM DE HOMEM CORRUPTÍVEL, E DE AVES, E DE QUADRÚPEDES, E DE RÉPTEIS. POR ISSO TAMBÉM DEUS OS ENTREGOU ÀS CONCUPISCÊNCIAS DE SEUS CORAÇÕES, À IMUNDÍCIA, PARA DESONRAREM SEUS CORPOS ENTRE SI; POIS MUDARAM A VERDADE DE DEUS EM MENTIRA, E HONRARAM E SERVIRAM MAIS A CRIATURA DO QUE O CRIADOR, QUE É BENDITO ETERNAMENTE. AMÉM. POR ISSO DEUS OS ABANDONOU ÀS PAIXÕES INFAMES. PORQUE ATÉ AS SUAS MULHERES MUDARAM O USO NATURAL, NO CONTRÁRIO À NATUREZA. E, SEMELHANTEMENTE, TAMBÉM OS HOMENS, DEIXANDO O USO NATURAL DA MULHER, SE INFLAMARAM EM SUA SENSUALIDADE UNS PARA COM OS OUTROS, HOMENS COM HOMENS, COMETENDO TORPEZA E RECEBENDO EM SI MESMOS A RECOMPENSA QUE CONVINHA AO SEU ERRO. E, COMO ELES NÃO SE IMPORTARAM DE TER CONHECIMENTO DE DEUS, ASSIM DEUS OS ENTREGOU A UM SENTIMENTO PERVERSO, PARA FAZEREM COISAS QUE NÃO CONVÊM; ESTANDO CHEIOS DE TODA A INIQÜIDADE, PROSTITUIÇÃO, MALÍCIA, AVAREZA, MALDADE; CHEIOS DE INVEJA, HOMICÍDIO, CONTENDA, ENGANO, MALIGNIDADE; SENDO MURMURADORES, DETRATORES, ABORRECEDORES DE DEUS, INJURIADORES, SOBERBOS, PRESUNÇOSOS, INVENTORES DE MALES, DESOBEDIENTES AOS PAIS E ÀS MÃES; NÉSCIOS, INFIÉIS NOS CONTRATOS, SEM AFEIÇÃO NATURAL, IRRECONCILIÁVEIS, SEM MISERICÓRDIA; OS QUAIS, CONHECENDO A JUSTIÇA DE DEUS (QUE SÃO DIGNOS DE MORTE OS QUE TAIS COISAS PRATICAM), NÃO SOMENTE AS FAZEM, MAS TAMBÉM CONSENTEM AOS QUE AS FAZEM.

Pensando bem, provavelmente o tema da parada gay seja mero fruto do angustioso desconhecimento prático de “amar o outro” segundo o evangelho. Se estes revoltosos cidadãos não evitassem relacionamentos ou diálogos maduros com cristãos praticantes, já teriam decifrado este enigma, que pode ser didaticamente solucionado com uma simples ilustração: (amar o outro) é exatamente o que muitos missionários cristãos vivem diariamente; ajudando desconhecidos (inclusive homossexuais) a “fugir do Inferno”. Ainda que estranhos indóceis não entendam o risco que correm e até retribuam com ódio, insultos e violência (até morte) por repudiar este socorro Espiritual; apesar disto os verdadeiros missionários falam a verdade que dói (fere a consciência?), mas reconstrói a possibilidade de Redenção. E fazem tudo isso sem esperar nada em troca dos potenciais beneficiados: isso sim é o genuíno amor mencionado no Livro mais popular do Mundo. Os cristãos então poderiam interpretar a temática como um indireto clamor destas almas perdidas: para serem evangelizadas com mais frequência e perspicácia? Sim, pois inconscientemente precisam deste contato com os Salvos para perceber –ainda que indiretamente- as sutilezas do Amor que estão perdendo, mas está acessível.

Refletindo um pouco mais: é possível que o desconexo tema também esconda a imensa insensibilidade ou até repulsa ao “peculiar” Amor de Deus, conforme descrito por João. Questão igualmente simples de se testar na prática, segundo o mesmo apostolo (do Amor): bastaria aceitar Jesus como Senhor de sua vida e em seguida abdicar dos pecados mencionados (inclusive a homossexualidade); para só então ser possível ter a chance de adquirir comunhão com o Espírito Santo e conseqüentemente provar de sua Unção: que vai muito além da libido e da paixão homoafetiva. Só após este “Encontro” com Deus é que seria viável compreender os sentimentos missionários -que motivam renuncias- e se traduzem em amorosa honestidade para com todos os “descendentes de Adão”, inclusive com os que cedem mais uma vez às tentações sodômicas. Mas como a Parada se coloca distante -e fugindo- da paixão Celeste, os cristãos podem ainda abstrair de sua balburdia uma indireta suplica dos milhões de espíritos moribundos ali presentes: para intercederem (já que orações de iníquos não são ouvidas) em prol de “descauterizar suas mentes”, “abrir seus entendimentos”, “remover as escamas dos seus olhos”? Sim, pois não tem forças em si mesmos para reagir contra as torpezas de sua carne e abrir seu coração ao Divino Consolador.

Pode-se então afirmar que o Amor que -pelo menos- os lideres desta celeuma julgam “procurar” está diante deles e o rejeitam, por ser o tipo de elemento que só quem conhece e segue a Cristo pode ter e dar: Amor que acolhe o pecador e respeita as escolhas; mas não nega (ou eufemiza) o pecado -antes alerta dos potenciais riscos. Não poderia ser diferente, já que Sodomitas sabidamente não podem distinguir o Amor “Material frente ao Espiritual”: não sem antes principiar (e seguir uma seqüência) pela palavra de Deus > alcançar o próprio Deus > voltar para si > espalhar para os demais seres a ele relacionados. Por isso não é difícil perceber a principal controvérsia do título eleito: Quem vive neste Amor age exatamente de forma oposta ao que geralmente GLBTs demonstram para com a Bíblia, o Trino Deus e os Servos cristãos. Como se diz: contra os fatos não há argumentos?

Curiosamente soa óbvio até para leitores eventuais (menos para os GLBTs?) que o Amor descrito nas escrituras é baseado na obediência a Deus primariamente, para só então ser possível o retribuir sem mácula -ou corrupção- aos semelhantes. Por isso mesmo, salta aos olhos ver este “desatento público” mais uma vez denunciando a própria incoerência com a frase "Amai-vos uns aos outros”: reafirmando ao mundo que não discernem abominações afetivas do verdadeiro sentimento cristão. Esta palavra –AMOR- que apenas citam incongruentemente, mas não a possuem com a essência dos padrões Bíblicos, seria capaz de fazê-los (por exemplo) combater criminosas PLCs (como a 122/2006), em vez de promovê-las. Porém, ainda que eles não tenham nada “biblicamente amoroso” para devolver ou doar, os cristãos devem colaborar para que todos tenham pelo menos a oportunidade do "ladrão da cruz": identificar e renunciar seus pecados, nem que seja em vista do “oportuno auxílio” de nunca mais se imaginar usufruindo destes (diante da morte iminente e seu juízo eminente poderia ser mais fácil?). Como resultado da própria desobediência; a integra (e preterida) comunhão cristã jamais poderia ser vislumbrada em comunidades ou encontros GLBTs, pois intrinsecamente preferem emoções adulteradas e sentimentos viciados pelo pecado.

Contudo, falar “da boca pra fora” de coisas abstratas é facílimo, assim como decadentemente fingir promover algo sublime (Amor cristão? em 26 de junho de 2011?) quando realmente o deturpam e o desconhecem por puro cinismo ou ignorância. Como drogados que anseiam preencher seu vazio por meios ilícitos e fadados ao fracasso; momentaneamente se dizem satisfeitos com a medíocre impressão de plenitude que o gozo dos seus pecados proporciona (efemeramente), de forma que ainda se orgulham de esnobar os sóbrios conselhos de quem outrora se libertou destas perversas (mas reversíveis) cadeias psicológicas. Logo -diferente dos infelizes pecadores que escolhem negar o erro em vez de corrigir- os verdadeiros cristãos podem assertivamente dizer que Amam os homossexuais sob preceitos Bíblicos (tanto quanto qualquer ser humano). Por quê? Pois desejam sinceramente que estes também sejam absolvidos e usufruam -por livre e espontânea vontade- dos infinitos benefícios de “se tornarem” Filhos de Deus (não são ainda? vide 1João3 ou Romanos8 e 9); sendo os Maiores deles Eternos: Vida e acesso ao Céu; simplesmente isso! Logo espero que neste dia os GLBTs recebam um respeitoso desafio de seus vizinhos cristãos: demonstrar Amor pelo próximo e por Deus moldando seu testemunho de vida segundo o proposto por esta Bíblia (que não seguem, ainda)! Por isso –também- os cristãos não devem se magoar (e se desanimar) com os contestáveis delitos que possam surgir deste inverossímil ajuntamento em São Paulo, antes devem superar a timidez e agir mais (prudentemente mais) para que -o quanto antes- os GLBTs também AMEM UNS AOS OUTROS VERDADEIRAMENTE E POSSAM GRITAR: BASTA DE BIBLIOFOBIA, BASTA DE PECADOFILIA, BASTA DE CRISTOFOBIA!

E.T.F.M. (um simples médico de São Paulo).

(*) Ewerton Torreão é Médico Sanitarista

Marcadores:

5 Comentários:

Às 21 de maio de 2011 16:09 , Anonymous Anônimo disse...

A parada gay é um processo de mercantilização das relações sociais, há muito dinheiro e lucro em torno dela e isso tudo visa apenas isso e promover a venda de novos produtos e criar um novo nicho de mercado consumidor. O capitalismo transforma a cidade de São Paulo (nome de santo) em sua Sodoma e Gomorra, é o sinal de sua decadência.

Felipe Rodrigues.

 
Às 7 de junho de 2011 22:22 , Anonymous Anônimo disse...

O PÊNIS FOI FEITO PARA A VAGINA ASSIM COMO O HOMEM PARA A MULHER O RESTO É APENAS VONTADE DE FAZER SEXO DE MANEIRA DIFERENTE É COMO TOMAR SOPA DE GARFO PODE? PODE MAS NÃO FOI FEITO PARA ISSO.

 
Às 11 de junho de 2011 20:45 , Anonymous João Carlos disse...

Olá Ewerton, tudo bem com você?
Li atentamente o que escreveu. confesso que li mais de uma vez.
Meu comentário na realidade é uma perggunta, já que também sou cristão, há mais de trinta anos.
Onde está em suas palavras a divisão entre instrução cristã e preconceito, já que a bíblia nos ensina a não julgar, para não sermos julgados nos mesmos termos.
Concordo com alguns pontos, mas acredito que a sua visão pessoal pesa mais que sua visão religiosa nestas suas palavras.
Aguardo ansiosamente seu retorno.
Abraços fraternos
João Carlos

 
Às 26 de junho de 2011 20:42 , Anonymous Anônimo disse...

Deve ser um misto de cinismo e ignorância mesmo! Porém, perfeitamente dentro do esperado. O que se pode esperar desta minoria senão dai para pior (como a própria pretensão da PLC122)...

 
Às 4 de julho de 2011 15:14 , Anonymous Anônimo disse...

O significado da palavra "PECADO" é: errar o alvo, perder o rumo. Por tudo o que vivi posso dizer sem medo de errar que o pior dos pecados é a mentira e mentir para si mesmo é autodestruição. Já menti para mim mesma e para os outros quando queria acreditar que ser diferente é sinônimo de ser feliz. Com muitas dores aprendi que só encontramos a felicidade quando encontramos equilibrio. Quando "assumimos" a nossa natureza. A natureza do homem é ser homem no sentido íntegro da palavra cumprindo funções da natureza masculina assim como a natureza da mulher é ser mulher...é simples!!! O que passar disso é pura prédisposição a querer se autodistruir, alias o ser humano já nasce com uma tendencia a sabotar a si mesmo.
Alías, encontrar a felicidade é simples e temos até um manual à nossa disposição que é a Bíblia, e olha que estou falando com conhecimento de causa porque não frequentei todas as reliões que existem e não li todos os livros considerados sagrados mas conheci a fundo bem umas 8, tive experiencias transcedentais e o escambau! Já vivi a liberdade sexual ( perversão mesmo), já bebi e usei drogas para buscar alívio para as dores morais e tensõs, mas tenho que assumir que só encontrei a felicidade no equilibrio. Quando entrei em harmonia com a minha natureza, quando encontrei o meu criador (e acreditem nós O temos, só que dá trabalho para encontrá-lo porque o caminho é a obediência a sua Palavra- a Bíblia e o Professor é Jesus Cristo e como isso leva tempo, vontade, dedicação e, acima de tudo: predisposição a ser humilde, são muito poucos os que tem curiosidade, "saco" ou coragem para conseguir chegar até Ele. O orgulho separa o homem de Deus. Não estou escrevendo sobre religião, acredite!!!. Voce está lendo a opinião sincera de quem já esteve do lado de lá, está é a opinião de quem acreditou frenéticamente que a liberdade de pensamento sem seguir regras, sem ter uma bússola a levaria a ser feliz. Acho chique ser radical e acreditem que já fui ( não chique, mas fui radical....hihihi...). Mas entre ser chique ou ser feliz.....eu escolho ser feliz!!!

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial