This Page

has been moved to new address

O Bandido Importado

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: O Bandido Importado

quinta-feira, 9 de junho de 2011

O Bandido Importado

(*) Por: Lino Tavares

A lamentável decisão da suprema corte brasileira, libertando da prisão o terrorista italiano Cesari Battisti e negando sua extradição ao governo da Itália, para o cumprimento da pena a que se acha condenado naqule país, representa uma bofetada nos cidadão de bem desta nação, criando-lhes uma situação de constrangimento perante os povos civilizados e democráticos de todo o planeta.

A partir desse ato vergonhosa referendado pelo STF, nunca mais poderemos transitar em território italiano de cabeça erguida, porque sempre correremos o risco de sermos apontados como turistas de uma pátria onde não se honram acordos internacionais e se contemplam bandidos condenados com o beneplácito da impunidade.

Estou sentido vergonha de ser brasileiro, diante de tamanha insensatez jurídica e diplomática.

Por isso, quero que fique registrado nessa nota meu pedido de descupa aos irmãoes italianos e, em especial, aos familiares das vítimas desse criminoso que o meu país, representado por uma minoria insensata investida de poder, houve por bem acobertar e manter em nosso meio, colocando em risco de forma irresponsável a integridade física de nossa gente, posto que nada impede que o senhor Cesari Battisti use essa liberdade indevida que lhe foi concedida, para colocar em prática aqui no Brasil a mesma sanha criminosa que o notabilizou negativamente no seu país de orgigem, onde é considerado um delinquente foragido de alta periculosidade. 
Esquecem-se esses senhores togados da mais alta corte da Justiça brasileiro que, vivendo neste país farto de criminosos à solta, não necessitaríamos importar esse bandido para reforçar o contingente dos fora da lei, que matam, estupram, assaltam, sequestram e trafidcam, fazendo milhares de vítimas por dia, sempre respaldados pela certeza da impunidade, maior instituição nacional da triste realidade brasileira dos dias atuais.

(*) Lino Tavares é jornalista diplomado, colunista na mídia gaúcha e catarinense, integrante da equipe de comentaristas do Portal Terceiro Tempo da Rede Bandeirantes de Televisão, além de poeta e compositor.

Marcadores:

1 Comentários:

Às 10 de junho de 2011 02:48 , Anonymous Anônimo disse...

AMIGO LINO!
Estivemos juntos por vários anos, vivendo o mesmo cotidiano, trocando apoio em nossas tarefas, sofrendo as mesmas dificuldades e construimos um relacionamento que nos torna solidários na maioria dos pensamentos.
Até nossa formação técnica é semelhante, somos frutos da mesma raíz.
Faço essa introdução para justificar a atitude do Desgoverno Brasileiro em não devolver o Battisti para a justiça Italiana.
Eles estiveram sempre juntos, viveram e mataram pelas mesmas idéias e sentem-se na obrigação de serem solidários nas adversidades.
Se Battisti é BANDIDO, muita gente nesse governo também é.
Tiveram a mesma formação, todos são Battistis, falando todos a mesma língua que seduz e engana seres sedentos de justiça social que sucumbiram ao canto da sereia.
Para os comunistas só é crime quando eles não são os bandidos.
AMILTON VARGAS

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial