This Page

has been moved to new address

Arquitetura X Engenharia

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: Arquitetura X Engenharia

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Arquitetura X Engenharia


Eu estava lendo um artigo sobre acessibilidade, onde o autor cita o elevador de um edifício no Rio de Janeiro em que os arquitetos se preocuparam em pedir que os números dos andares fossem gravados nas teclas em braile, até aí tudo bem, se as teclas não fossem sensíveis ao toque.
Após a leitura do artigo comecei a lembrar das diferenças entre os projetos de arquitetos e engenheiros no nosso dia a dia.
Sem dúvida nenhuma, os arquitetos tem uma habilidade para a beleza que os engenheiros não tem, porém nenhum arquiteto que conheço sabe o significado do termo "fácil acesso".
Vou descrever alguns exemplos fáceis de se ver em lojas de departamento e prédios públicos.
Nos projetos de engenheiros, geralmente as construções são quadradas, os banheiros ficam em locais de fácil acesso e as portas de emergência ficam entre as portas principais, a escada que vai para o andar superior fica ao lado da escada que vai para o andar inferior, dificilmente você se perde, pois a construção segue uma lógica;

Nos projetos realizados por arquitetos, a beleza das curvas, cores e detalhes são magníficas, porém geralmente quando você termina de subir a escada para um pavimento superior, para ir ao próximo piso temos que andar um bocado até achar a outra escada, os banheiros ficam em lugares inusitados e as portas de emergência nem sempre são encontradas.
E os escritórios? Os dois parametros são, os modelos dos arquitetos que visa a belesa com tons pasteis, modelos europeus e os modelos dos engenheiros que visam a praticidade e a produtividade.
Me pergunto se algum dia estes dois profissionais irão se unir para que seus projetos tenham a beleza e a acessibilidade e praticidade que nós merecemos.

Marcadores:

12 Comentários:

Às 12 de fevereiro de 2010 21:06 , Anonymous Anônimo disse...

Cra q comentario desnecessario esse seu... logo se ve q vc nao faz a minima ideia do que voce esta falando...
a arquitetura é voltada para a parte plastica e funcional da construcao, se ela atende as necessidades de quem vai usar... o arquiteto pensa no uso que aquela construcao terá... o engenheiro por sua vez garante q alguma construcao nao caia... ele se preocupa com a estrutura da coisa... portando sao areas q se completam...

 
Às 13 de fevereiro de 2010 13:22 , OpenID gibanet disse...

Respeito sua opinião, mas peço que me mostre um projeto, realizado por um arquiteto, onde a acessibilidade seja fácil e eficiênte. que os iténs sejam de fácil localização, ou seja, uma construção onde além da beleza tenha funcionalidade.

 
Às 20 de fevereiro de 2010 23:55 , Anonymous Anônimo disse...

tu não entendeu.
se vc foi em uma construção mal elaborada, foi um erro crasso de um péssimo arquiteto.
o estudo básico da e.civil é estruturar a construção, se for necessário fazer a planta o engenhero fará, seguindo padrões básicos, o engenheiro faz o bacharelado estudando cálculos estruturais enquanto o arquiteto passa os seus 5 anos de estudo fizando a "tríade vitruviana" conceito básico da arquitetura (http://pt.wikipedia.org/wiki/Tr%C3%ADade_vitruviana) tentar elaborar algo q seja estável, pratico/funcional e principalmente belo, agora isso é mto pessoal, arquitetura é a arte da construção civil, somos treinados para proporçoes, tudo muito bem proporcional, nada de um quarto gigante para um micro-banheiro. entende. valorizamos muito os engenheiros, afinal, eles ficam com a responsabilidade chata das grandes construçoes, e nos, com a funcionalidade dela. obrigado e espero uma resposta legal sua para discutirmos mais sobre o assunto

 
Às 21 de fevereiro de 2010 00:31 , OpenID gibanet disse...

Trabalhei muitos anos com construção civil e neste período, infelizmente, nunca encontrei um arquiteto que se possa chamar de competente.
Espero que a nova geração esteja muito melhor preparada para assumir de maneira nobre a tarefa a que se dispuzeram.
Uma falha que foi muito comum nos projetos que acompanhei era o proprietário, para reduzir custos, contratar um arquiteto e incumbi-lo de todo o projeto, sem a presença de um engenheiro.
E como já fala o dito popular, duas cabeças pensam melhor que uma, ficaram faltando a opinião de um dos profissionais do ramo.
Talvez a questão da grande quantidade de faculdades que oferecem o curso de arquitetura e a grande concorrenci entre elas seja o real motivo de eu ter encontrado pelo meu caminho tantos arquitetos de baixa qualificação, afinal de contas, se a base for ruim, não tem como a pessoa ser bem qualificada na prática.
Já vi arquitetos cometendo verdadeiros "crimes" para baratear o orçamento e vencer uma concorrencia.
Se vocêtiver alguns exemplos bons para defender os bons arquitetos, poderemos elaborar juntos um artigo e eu o publico aqui no blog.

 
Às 24 de abril de 2010 23:02 , Anonymous Anônimo disse...

só sei de uma coisa o engenheiro é sem duvida mais competente que o arquiteto na construção e o arquiteto muito mais na organização e elaboração sou engenheiro civil e sei que ambas partes são de suma importância para uma obra segura, bela, pratica e acima de tudo a gosto do dono.

 
Às 5 de outubro de 2010 02:09 , Anonymous Anônimo disse...

ao invés de construção civil imaginemos a simples fabricação de roupas, onde o arquiteto eh o estilista e o engenheiro eh o costureiro, um engenheiro sozinho fabricaria uma roupa no estilo macacão sem nenhuma beleza, mas com ótima qualidade e com um baixo preço, um arquiteto sozinho faria uma roupa num estilo diferente, mesmo um macacão porem com um toque artístico q supostamente atribuiria beleza à roupa, ele também faria algo como um zíper para facilitar o uso do banheiro, porem como o arquiteto não sabe costurar, o macacão teria rasgos e coisas do tipo. o zíper eh para mostrar q vc cometeu um equivoco ao dizer q nenhum arquiteto sabe o significado de "fácil acesso", arquitetura n eh so um curso de arte, e arquitetos pensam SIM se as suas criações são fisicamente possíveis antes de madar seus projetos aos engenheiros. se vc nunca viu nenhum arquiteto assim, isso nao vem ao caso, assim eh como um arquiteto deve ser.

 
Às 5 de outubro de 2010 18:11 , Anonymous Giba disse...

Após a publicação deste post, tive a oportunidade de conhecer os verdadeiros arquitetos.
Antes deste post, só vendo para crer nos "profissionais" que tive o prazer de trabalhar.
Mas ai9nda bem que fiz este post, pois tive a oportunidade de conhecer o lado bom que eu desconhecia.
Um grande abraço
Giba

 
Às 13 de outubro de 2010 15:57 , Anonymous Anônimo disse...

Giba, seu "artigo" demonstra sua total incapacidade, imparcialidade, impessoalidade diante de um tema mais que "lugar comum" na sociedade em que vivemos que é a distancia de um projeto de um arquiteto e um trabalho de desenho realizado por engenheiro. O engenheiro não tem qualificação nem preparo para o uso da funcionalidade de uma construção do ponto de vista do espaço físico, eles aprendem a calcular na faculdade e custear as obras, por isso fazem os projeto mais simplificados, o que nem sempre que dizer melhores. Vc simplesmente não sabe o que diz neste artigo. Procure conhecer melhor os bons projetos construídos e procure os autores que vc terá uma outra opinião.

 
Às 13 de outubro de 2010 16:13 , Blogger Giba disse...

Meu amigo anônimo,
Como já comentei acima, depois que eu escrevi este artigo, tive a grata surpresa de conhecer bons profissionais da área.
Até então só tinha conhecido aqueles trazidos por indicações políticas, o que na maioria dos casos, trazem pessoas de pouca ou nenhuma qualidade.
Na época em que escrevi este artigo, realmente não tinha o conhecimento que tenho hoje e em breve estarei escrevendo outro artigo, reparando os erros que cometi neste.
Obrigado por sua visita e comentário.
Um grande abraço
Giba

 
Às 1 de dezembro de 2010 23:44 , Anonymous Anônimo disse...

realmente! foi infeliz no seu texto com relação ao arquiteto, funcionalidade eh palavra de peso na arquitetura, n seria feito algo que atrapalhasse o morador, e sim algo que melhorasse seu acesso, com relação a beleza, sem dúvidas, o arquiteto faz de letra. eh nossa função, projetar o belo e acessível.

 
Às 14 de maio de 2011 10:10 , Anonymous Gilliane disse...

Sou estudante de arquitetura e prima de milésimo grau de Vitruvio. Quero deixar minha opiniao a cerca dos estudoa nas diferentes faculdades. Como sou militar,vivo mudando de destino, estou proximo de me formar e, passei por tres faculdades. O que falta nos estudos de arquitetura é o comprometimento dos professores no que irao instruir, falta dinamismo, vontade, nao respeitam a propriedade intelectual, querem manter suas idealizaçoes pessoais(nao todos). O que vejo que falta na engenharia é uma renovaçao, o engenheiro é muito "engessado", passa 5 anos na faculdade repetindo o que ja existe, nao cria,porque sua formaçao é exatamente EXATA. Ja o arquiteo tem o compromisso de um psicologo, ele tem de entender aquela familia p/ qual ira desenvolver um projeto. Tem que pensar na perpetuaçao da sua propria especie quando pensa nos sistemas de drenagem, solos, conforto termico, melhores materiais, flora, fauna, acessibilidade e mobilidade reduzida. Pensar sobretudo que estas pessoas (donos do projeto) irao envelhecer, e ai que tem uma grande diferença, a ERGONOMIA. Engenheiro estuda isso? Espero que sim. Na minha opiniao, estamos numa disputa por algo que já é segregado. Pra finalizar, nao concordo com o CAU, foi um presente de Grego do senhor Luis Inacio pra voces arquitetos e engenheiros e para mim, futura arquiteta. Foi a maior segregaçao urbana que cometeram. Time que ganha , nao mexe , certo? Ja estava tudo funcionando e as disputas estabilizadas...e agora...CACA..

 
Às 14 de maio de 2011 10:10 , Anonymous Gilliane disse...

Sou estudante de arquitetura e prima de milésimo grau de Vitruvio. Quero deixar minha opiniao a cerca dos estudoa nas diferentes faculdades. Como sou militar,vivo mudando de destino, estou proximo de me formar e, passei por tres faculdades. O que falta nos estudos de arquitetura é o comprometimento dos professores no que irao instruir, falta dinamismo, vontade, nao respeitam a propriedade intelectual, querem manter suas idealizaçoes pessoais(nao todos). O que vejo que falta na engenharia é uma renovaçao, o engenheiro é muito "engessado", passa 5 anos na faculdade repetindo o que ja existe, nao cria,porque sua formaçao é exatamente EXATA. Ja o arquiteo tem o compromisso de um psicologo, ele tem de entender aquela familia p/ qual ira desenvolver um projeto. Tem que pensar na perpetuaçao da sua propria especie quando pensa nos sistemas de drenagem, solos, conforto termico, melhores materiais, flora, fauna, acessibilidade e mobilidade reduzida. Pensar sobretudo que estas pessoas (donos do projeto) irao envelhecer, e ai que tem uma grande diferença, a ERGONOMIA. Engenheiro estuda isso? Espero que sim. Na minha opiniao, estamos numa disputa por algo que já é segregado. Pra finalizar, nao concordo com o CAU, foi um presente de Grego do senhor Luis Inacio pra voces arquitetos e engenheiros e para mim, futura arquiteta. Foi a maior segregaçao urbana que cometeram. Time que ganha , nao mexe , certo? Ja estava tudo funcionando e as disputas estabilizadas...e agora...CACA..

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial