This Page

has been moved to new address

Constituição Federal de 1988 é uma frustração!

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: Constituição Federal de 1988 é uma frustração!

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Constituição Federal de 1988 é uma frustração!

(*) Nelson Valente

Eu pergunto: quanto tempo durará esta Constituição do senhor Ulysses Guimarães? Porque suas falhas são múltiplas. Eu daria um elenco delas.

A começar pelo voto aos 16 anos, que me parece jocoso. O cidadão não pode tirar carta de motorista, não pode viajar sem autorização dos pais e pode votar. Há alguma lógica nisto ? Ele não pode abrir nem um
boteco na esquina, porque a lei o impede.

Ela não vigorará por muito tempo. Será reformada de acordo com as circunstâncias ou será reformada através de ato de violência.

Não é uma boa Constituição. Para começar, os que a escreveram não devem ter tido noções elementares da língua portuguesa.

Esse filólogo que lá esteve deveria falar o esperanto, porque a Constituição o leva estudar o esperanto. Ou então ele já desistiu da língua portuguesa.

Em primeiro lugar, a escolha dos constituintes não foi a melhor. Foram eleitos deputados e se fizeram constituintes.

Nós temos uma Constituição boi-vaca. Venha alguém me dizer que ela é de esquerda. Venha alguém me dizer que ela reacionária. Não concordo com nenhum deles. Na reforma agrária os erros são muitos. Até nas
concessões sociais para a mulher gestante, por exemplo, ou para o repouso do marido na licença-paternidade. Quero acreditar que o Xingu, tenha influenciado bastante, porque lá a mulher dá à luz e o homem vai para a rede repousar.

Essa Constituição é uma frustração. Imaginava-se uma Constituição liberal, com algumas concessões populares, que não chamo de esquerdizantes, porque a legislação inglesa, ligada a monarquia, prevê
alguns desses princípios.

Temos um país no qual as condições econômicas são tão ruins que se o dinheiro aplicado no exterior por brasileiros voltasse para cá, nós poderíamos ser credores do mundo, não devedores. Milhares e milhares
de brasileiros têm dinheiro lá fora. E quem quer aplicar sua fortuna aqui ?

Depois, há no Brasil, o que é muito ruim, uma desigualdade, uma discrepância muito grande entre ricos e pobres. Os ricos têm tudo e os pobres não têm coisa alguma.Não têm nem terra, não têm alguns metros
quadrados para arar, plantar seu feijãozinho, milhinho, suas plantas.

A nossa Constituição diz claramente que são proibidos os privilégios.
Pois agora se fala em reservar um certo número de vagas nas universidades para jovens oriundos das escolas públicas, acabando com a "seletividade"dos exames vestibulares, que estariam privilegiando estudantes dos estamentos sócio-econômicos de mais alto nível.

A Constituição deverá ser enquadrada na categoria do já era !

(*) é professor universitário, jornalista, escritor e amigo inestimável

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial