This Page

has been moved to new address

Você sabe o que é Satanismo?

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: Você sabe o que é Satanismo?

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Você sabe o que é Satanismo?

"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará."

Muitas pessoas, talvéz a maioria pensa que o verdadeiro satanista é aquele que faz rituais macrabos com sacrifício de animais e até pessoas, mas isto está muito longe de ser realidade.

No Satanismo não se acredita em demônios.

O verdadeiro satanista cultua os valores mundanos, sendo no amago da doutrina uma pessoa extremamente vaidosa, principalmente os homens.

O satanismo foca a sua atenção no avanço hedonista do individuo, em vez de a focar na submissão a uma divindade ou a um conjunto de códigos morais.

O Satanismo pode ser considerado uma filosofia de vida.

Se o despir dos seus simbolismos, rituais, celebrações e dogmas, terá um conjunto de "bases" que acima de tudo exaltam o "deus" que existe dentro de cada um de nós, sejamos Satanistas ou não.

Para o Satanista, deus, o diabo, anjos e santos não passam de fragmentos da personalidade de cada um.

Quando alguém exterioriza esse "deus" ou "diabo" o que está a fazer é deixar a sua majestade natural de lado para adorar ideias que não são suas, e de maneira indireta adorar a pessoa que criou essas ideias.

Ou seja, o Satanismo não é a adoração do diabo ou uma versão oposta ao Cristianismo, mas sim a exaltação do "Eu".

A fuga de padrões pré-estabelecidos para a criação dos seus próprios padrões, criados por si para si: numa palavra, individualismo.

É este um dos principais motivos de ataques à religião organizada, mais representada pelo Cristianismo.

O Satanismo não se encontra em posição antagónica à cristã por constituir adoração ao seu eterno adversário, mas porque o Satanismo representa liberdade filosófica e espiritual, individualismo e criatividade, enquanto que o Cristianismo prega obediência a um deus omnipotente e ao seu filho carnal que veio à Terra, sem que os seus seguidores possam sequer questionar ou argumentar contra as causas e motivos dessa obediência.

Segundo o Satanismo, o Cristianismo é em essência pode ser considerado a negação da verdade do Homem.

O Satanismo opõe-se a qualquer adoração a um deus ou uma divindade exterior.

Esta oposição estende-se a crenças onde se adora um deus pai e uma deusa mãe; um deus pelo qual se pode cometer crimes, terrorismo, massacres e fazer guerras santas; ou qualquer outra crença (a imaginação humana criou centenas de mitos e deuses) em que se deixe de parte o Humanismo e se criem alvos de adoração divina.

No Satanismo cada ser vivo é o seu próprio deus e governante, cada um é responsável pelos seus atos e o seu modo de ser.

Cada um é o seu próprio sacerdote, salvador e deus.

Para se ser um Satanista não é necessário afiliar-se a algum grupo satânico, conhecer outros Satanistas, realizar rituais, cerimónias e o verdadeiro Satanista não adora demónios.

O Satanista não adora nada nem ninguém! Ele demonstra respeito por quem conquistar o seu respeito.

Sendo uma filosofia de vida, uma pessoa não se "converte" ao Satanismo, ela nasce satânica e depois descobre-se Satanista.

Não se pode mudar as crenças pessoais de alguém de um momento para o outro.

Se a pessoa já tiver os seus princípios “formados”, o seu código moral, estes irão acompanhá-la por toda a sua vida.

Durante esse tempo vários novos conceitos serão acrescidos, novos pontos de vista surgirão para substituir ou complementar os já existentes.

A base dos princípios filosóficos pessoais de alguém permanecerá a mesma.

Por isso é que não se pode converter alguém ao Satanismo.

Ou a pessoa nasce Satanista ou não.

É por isso que ninguém “se torna” um Satanista, apenas descobre que existem outras pessoas que pensam de igual forma e assumirão para si um rótulo.

Chocante, é certo. Mas só à luz dos dogmas religiosos dominantes. Concluindo, ser Satanista é reconhecer que não existe nada mais poderoso e sagrado do que o Homem.

Que a "grandiosidade" e o "poder" de uma pessoa são medidos pelas suas ações, o seu sucesso e a sua honra, e que todo tipo de vida é sagrado. Amar aqueles que mereçam esse amor, respeitar aqueles que ganharam esse respeito, ajudar quem o ajudaria e desprezar aqueles que o desprezam; em vez de fingir que se preocupa com quem não é digno da sua estima.

"Satan" é uma palavra de origem hebraica que significa: adversário, opositor, inimigo.

É muito fácil para o Cristianismo chamar Satan ao opositor de deus, ou seja, o diabo.

Daí resulta o gravíssimo mal-entendido de que os Satanistas adoram o diabo cristão. Para o Satanista isso é um absurdo, porque ele nega a existência de deuses/demónios, ou divindades exteriores.

Se há pessoas que realmente adoram o diabo cristão, e lhe fazem cultos, rituais, pactos de sangue, lhe vendem a alma, sacrificam virgens, matam galinhas, molestam crianças, etc. e no fim se intitulam de Satanistas, estão a cometer uma difamação do que realmente é o Satanismo. Não passam de adoradores do diabo (devil worshippers) ou pseudo-Satanistas.

Satan é encarado como uma força oculta na Natureza que nos motiva de modo a conseguir-mos o que desejamos.

A personificação na mente do Satanista dos seus ideais, e não uma entidade ou divindade viva que se possa adorar.

Também é normal encontrar-se Satã, ou Satanás, e estão ambas relativamente corretas. São a tradução, impura, de Satan, para português. O Satanismo persegue a satisfação dos desejos inatos, a auto-preservação e acima de tudo o bom senso.

Só porque não concorda com alguma coisa não quer dizer que a tenha de ignorar completamente.

Vivemos numa sociedade que possui leis e normas que, em primeiro lugar, visam a manutenção da ordem, para que numa cidade onde moram milhares ou milhões de pessoas elas não saiam à rua matando-se umas às outras.

Muitos fatores devem ser tidos em consideração quando assumimos que Satan representa a satisfação dos desejos e não a abstinência.

Do ponto de vista do Satanismo, cada um responde pelos atos que comete, atente isso ou não contra a liberdade e a propriedade de outrem, o importante é estar apto a receber a contrapartida a que os seus atos levam.

O que muitas vezes as pessoas esquecem é que as normas da sociedade foram criadas não só para si, mas para todas as pessoas.

Violar, ignorar ou desrespeitar uma delas é da responsabilidade de cada um. Basta lembrar que antes de significar a realização dos prazeres físicos, mentais e espirituais, o Satanismo assume que tudo o que acontece é da responsabilidade do indivíduo, e o Satanista sabe assumir suas responsabilidades.

A busca de justiça deve prevalecer sempre, independentemente das leis vigentes.

O Satanismo é apologista do Lex Talionis. Morte para quem mata, sofrimento para quem provocar sofrimento, amor para quem provocar amor, paz para quem procura manter a paz.

Se em busca de compensação pessoal, do justo equilíbrio, o indivíduo atentar contra as leis implementadas na sociedade, então seja! Mas há que estar preparado para sofrer as consequências.

O que é desaprovado: Ao contrário de como é definido por muitas religiões, no Satanismo um pecado é algo considerado nefasto mas que pode e deve ser evitado.

Não são propriamente pecados, mas sim "defeitos" e/ou erros que vão contra os princípios básicos do Satanismo.

Os pecados satânicos correspondem aos seguintes defeitos: estupidez, pretensão, solipsismo, auto-ilusão, conformismo de massas, falta de perspectiva, esquecimento de ortodoxos passados, orgulho contraproducente e falta de estética.

Desde o início dos tempos que o Homem tem a necessidade de ter uma resposta para a pergunta: "o que acontece após a morte?".

Desde os primórdios da humanidade que já existem registos de rituais funerários que mostram essa necessidade e esse medo do desconhecido que Homem tem.

Com o surgimento da religião de uma forma organizada, o pós-vida passou de grande mistério para forma de infringir medo às massas de modo a controlá-las.

No Satanismo, a sua vida é muito mais importante do que a sua morte.

Não lhe é exigido nada além de que viva a sua vida o melhor que puder, porque para ele, não se sabe se vai ter uma segunda oportunidade.

O Satanista não se deixa manipular por alguém, devido ao medo de um sofrimento que ele nem sabe sequer se existe.

Ser Satanista não é querer ir para o inferno após a morte. É aproveitar a vida enquanto ainda se está vivo e aceitar a justa contrapartida ao cometer infrações (Lex Talionis!). Apesar de variar de Satanista para Satanista pode dizer-se que a definição mais utilizada para magia é: "A alteração de eventos ou situações que deixados no seu curso natural permaneceriam inalterados".

Os rituais Satânicos são maneiras para uma pessoa "expor" os seus verdadeiros desejos. Num ritual a pessoa sente-se segura o suficiente para deixar de lado quaisquer inibições que ela tenha, para afirmar em voz alta para ela mesma, ou quem mais ela queira que ouça: "Eu quero. Eu vou fazer tudo para conseguir. Eu vou conseguir!", e assim sendo, a pessoa livra-se de qualquer "travão" emocional que possa ter para então voltar todo o seu potencial, tempo e recursos, para o objetivo pretendido.

O que realmente acontece é um ato de extrema concentração pessoal, meditação, utilizando elementos simbólicos, invocando todas as suas energias vitais, para que o seu objetivo seja atingido.

Cada Satanista deverá ser capaz de libertar a energia necessária do seu próprio corpo, da sua essência vital e não de qualquer outra vítima utilizada contra a sua vontade. SOB NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA um verdadeiro Satanista sacrifica um animal ou outro humano.

O Homem, como animal, é o "deus" do Satanista. Animais e crianças que ainda não atingiram a idade em que tem início a negação dos desejos naturais, são a mais pura forma de existência vital. Eles podem percepcionar coisas que um adulto jamais conseguirá.

Portanto, o Satanista considera esses seres como sendo sagrados, sabendo que tem muito a aprender com estes magos naturais do mundo.

Existem, porém, grupos criminosos que realizam sacrifícios não-simbólicos com animais e humanos. Estas seitas que depois reclamam para si a designação de Satanismo, para impor respeito, ou recebem da midia esta categorização, não passam de cristianismo subvertido de forma atroz. São grupos difamadores, que não têm NADA a ver com o verdadeiro Satanismo.

Concluindo, a base do Satanismo: o desejo, a indulgência, a aquisição de prazer são inatos. Faz parte da evolução humana. Se mais tarde a pessoa se torna cristã, islâmica, budista, etc., é simplesmente por imposição, ou por influência do meio.

Portanto podemos dizer que é melhor um bom satanista que um mal cristão.

Marcadores: , , ,

13 Comentários:

Às 23 de junho de 2010 21:46 , Blogger Cubo Mágico disse...

Um tema que me agrada muito. Porque será?
"O Satanismo pode ser considerado uma filosofia de vida."
Ela não pode como é... Antes de ser uma religião é uma filosofia de vida. Eu até apenas a considero uma filosofia de estar no mundo perante nós e a sociedade.

"Cada um é o seu próprio sacerdote, salvador e deus."
Nós somos o nosso próprio redentor. Somos nós que fazemos o que somos, somos nós que nos guiamos à concretização dos desejos.

"Para se ser um Satanista não é necessário afiliar-se a algum grupo satânico, conhecer outros Satanistas, realizar rituais, cerimónias ou muito menos adorar demónios."
Um satanista é indidualista. Uma criança não é satânica? Claro que o é (explicaste-o no teu texto) e nunca faz rituais ou pertence a uma seita.

"Para se ser um Satanista não é necessário [...] ou muito menos adorar demónios."
Satanistas NÃO adoram qualquer divindade viva, logo esse "não é necessário" está incorrecto na frase, pois assim tem o cariz de transmitir a adoração fica ao critério de cada um...

"A busca de justiça deve prevalecer sempre, independentemente das leis vigentes."
Olho por olho, dente por dente, acrescido de juros..

"A alteração de eventos ou situações que deixados no seu curso natural permaneceriam inalterados".
Correctamente seria dizer que a magia é "a mudança de situações ou eventos em acordância com a vontade do indivíduo que, usando métodos aceitos normalmente, seriam imutáveis".

"Portanto podemos dizer que é melhor um bom satanista que um mal cristão."
Não existe bom ou mau satanista. OU se é OU não se é. Aqui não há meios termos..

Esqueceste-te de referir a que satanismo te referias visto haver dois: O satanismo moderno ou laveyano crirado por Anton Szandor LaVey, ou o satanismo tradicional.

Mas está um bom texto.. Deu para se aperceber que muitas partes foram retirados do faq da APS (associaçao portuguesa de satanismo)

Abraço meu amigo

 
Às 23 de junho de 2010 22:01 , Blogger Giba disse...

Olá Joel,
Sim, algumas linhas foram da APS, que hoje representa a maior concentração de satanistas ativos do planeta.
O trecho onde deixei "não é necessário ", já foi corrigido.
Conheço como Satanismo verdadeiro apenas o baseado na bíblia satânica de Lex Talionis, por este motivo não citei outro, se quiser me enviar algum texto a respeito, publico no blog.
Você diz: "Não existe bom ou mau satanista. OU se é OU não se é. Aqui não há meios termos." mas na doutrina cristã, deveria ser encarado da mesma maneira, mas se formos levar desta forma, 90% dos que se dizem cristãos estariam fora deste conceito.
Seu comentário ficou tão bom, que penso, deveria ser melhor se eu tivesse pedido para que você tivesse escrito o artigo.
Muito obrigado por suas considerações e correções.
Um grande abraço
Giba

 
Às 23 de junho de 2010 23:11 , Blogger Jucifer disse...

naum conhecia o Satanismo por este lado
a leitura foi boa e bem esclarecedou
bjo grande
naum vou comentar mais pra naum causar polemica kkk

 
Às 24 de junho de 2010 00:27 , Blogger Roniel A. Julio disse...

Amigo Giba, um texto deveras interessante. Não conhecia o significado concreto do satanismo, mas acredito que o Ser Supremo seja Deus, pois o homem é criação desse Deus, e assim, o homem não pode ser melhor que Deus. Mas, depois desse texto, posso dizer que também prefiro um bom satanista do que um mau cristão. Parabéns pela maravilhosa postagem. Abraços. Roniel.

 
Às 24 de junho de 2010 01:21 , Blogger Rosana Madjarof disse...

Gilberto,

Que texto excelente meu amigo!

Muitas pessoas fazem uma idéia completamente errada do real significado da palavra satanismo, e você conseguiu explicar de maneira simples e fácil o que isso significa.

Só posso parabenizá-lo por esta postagem de altíssima qualidade.

Adorei!

Bjs.

Rosana.

 
Às 24 de junho de 2010 08:38 , Anonymous Cecília disse...

Giba,o texto ficou surpreendente o que o tornou uma,uma leitura muito agradável.Temos que nos despir de conceitos pré concebidos se desajamos ter conhecimento.Pelo que pude perceber,satanista é aquele que valoriza o seu EU,creio que a doutrina geral do prazer e a sua busca sem limites é a característica principal da sociedade pós-moderna,logo reverenciamos a Crença satanista.
Bjos

 
Às 25 de junho de 2010 13:59 , Anonymous Joselito disse...

Bem, mas poderia se mudar o nome ...

 
Às 24 de setembro de 2010 18:23 , Anonymous Anônimo disse...

É tenho que confessar; quem escreveu esse texto mereçe um PARABÉNS; conseguiu deixá-lo mais agradável; maqueou direitinho essa "filosofia de vida"; e as pessoas que não tem um minimo de entendimento acreditam;
Olha vou dizer uma coisa: Eu sei para onde vou depois da morte; e não vai ser para o mesmo lugar que vcs;
"TENHO A SALVAÇÃO EM CRISTO; e em qm vcs creêm mesmo????????? kkkkkkk

 
Às 6 de outubro de 2010 20:54 , Anonymous Anônimo disse...

santa ignorância,esse ultimo agora.Realmente vai ser salvo...vai aprender mais um pouco sobre a história mascarada pelas doutrinas mal interpretadas de salvação ,o cristo eh criação do apóstolo Paulo e não do verdadeiro Jesus histórico...ah desculpe lembrei esse jesus você não conhece ,só o cristo de Paulo o grande marketeiro kkkkkkkkkkkkkkkkkk;sobeteiro cristão .Mais um cristão ...a religião fez cegar idiossincrasia mundial ,enchergam tanto essa ''luz'' que acabam cegos ,!...perda de tempopostar isso !

 
Às 18 de outubro de 2010 12:27 , Anonymous Anônimo disse...

minha dúvida é: quando os candidatos da posição acsaram o vice presdente de dilma de satanista, o que eles queriam dizer com isso?
grande abraço

 
Às 18 de outubro de 2010 13:59 , Blogger Giba disse...

Na realidade eles não queriam dizer nada com isso, eles apenas queriam fazer uma acusação gratuita e utilizaram este termo para provocar medo nos eleitores e faze-los não votar em Dilma, mesmo sem saber o que quer diser satanismo.
É bem o que ambas as equipes de campanha estão fazendo neste segundo turno, buscando apoio dos religiosos e acusando o outro de não serem dignos dos votos cristãos.
Um grande abraço
Giba

 
Às 29 de outubro de 2010 15:02 , Anonymous Sacerdote F.Gerhardt disse...

Já fazem alguns anos que sou satanista, meus conhecimentos me levaram a ser um sacerdote.
Anton Lavey foi um grande homem, escreveu a bíblia satânica para esclarecer algumas ideias, realmente as pessoas se deicham levar por polêmicas e mitos da midia, que bom que algumas pessoas ainda conhecem a verdade e publicam seus trabalhos.

 
Às 30 de outubro de 2010 00:50 , Blogger Giba disse...

Sacerdote F.Gerhardt,
Muito obrigado por sua visita e comentário.
Se quiser colaborar com o Gibanet e enviar artigos onde se possa esclarecer melhor o assunto tratado, fique a vontade.
O endereço para o envio de artigos é:
giba@gibanet.com
Um grande abraço
Giba

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial