This Page

has been moved to new address

O Presidente e a professora!

Sorry for inconvenience...

Redirection provided by Blogger to WordPress Migration Service
Giba Net: O Presidente e a professora!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

O Presidente e a professora!

(*) Nelson Valente

A velhinha octogenária olhou de relance a multidão à sua volta, baixou os olhos marejados de lágrimas e, emocionada, mal pode falar:

- Obrigada... Presidente Jânio!

Naquela manhã fria do Domingo curitibano, a professora Maria Estrela Carvalho recebia do chefe da Nação a Comenda da Ordem Nacional do Mérito.

Em 1925, na mesma escola onde agora se realizava a cerimônia – o Grupo Escolar Conselheiro Zacarias, na capital paranaense - ela ensinava o bê-a-bá a Jânio Quadros. Depois de trinta e seis anos (a mestra aposentada e o ex-aluno feito Presidente da República) os dois voltaram a se encontrar.

Foi a parte sentimental do roteiro de Jânio em sua visita ao Paraná onde inaugurou a Universidade Volante do Estado. Como fazia quando menino, Jânio foi até o grupo a pé. A professora mineira, na época com 79 anos de idade, evocava:

- Se não me engano, ele sempre vinha à escola acompanhado pela irmã.

Nascida em Volta Grande, no Estado de Minas Gerais e diplomada em Juiz de Fora, o casamento transferiu D. Maria Estrela para o Paraná, no ano de 1917.

- Jânio foi meu aluno em 1925 – conta ela acariciando a medalha. Lembro-me de que naquele tempo a família Quadros morava na rua 13 de Maio, no Centro de Curitiba.

A velhinha ajeitou cuidadosamente o chapéu e prosseguiu:

- O qeu o caracterizava era uma atitude reservada e ponderada. Talvez por isto, entre tantos alunos que ensinei, me ficasse gravada a sua figura.

Depois de um ano, o Dr. Gabriel Quadros transferiu-se com a família para São Paulo e a professora Maria Estrela não teve mais notícias do antigo aluno. Um dia deteve-se examinando num jornal a fotografia do governador paulista e o reconheceu. Só em 1961, porém, tornaram a encontrar-se. Nem por isso D. Maria Estrela alterou seus sentimentos:

- Considerei sempre meus alunos como verdadeiros filhos, Jânio ainda é um deles.

No final da cerimônia, a professora voltou ao presente e dando conta de que ao seu lado não estava mais o menino de 1925, indagou:

- E a Tutu, como vai?

O Presidente, sorrindo, informou:

- Vai bem! Já tem uma Tutuzinha!

(*) é professor universitário, jornalista e escritor

Marcadores: , , , ,

2 Comentários:

Às 12 de agosto de 2010 08:23 , Blogger Josy Nunes disse...

Oi,
Amigo Giba,
bem legal conhecer o outro lado da história. Obrigada por compartilhar..bjos no coração e fica com Deus

 
Às 12 de agosto de 2010 09:25 , Anonymous Rose disse...

Giba, bom recordar o tempo de escola e nossa primeira professora, adorei !
Boa quinta -feira e parabéns ao Valente mais uma vez, essa minisérie será bem informativa e cheia de novidades sobre Jânio.


(Rose)

 

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem vindo

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial